Efeito de nitrogênio e calcário em capim-massai sob cortes intensivos

Autores

  • Sandro Cardoso AGRAER - AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL, PESQUISA E EXTENSÃO RURAL DEMATO GROSSO DO SUL.
  • Edimilson Volpe AGRAER/CEPAER
  • Manuel Claudio Motta Macedo EMBRAPA/CNPGC

Palavras-chave:

Panicum maximum cv. Massai, adubação nitrogenada, calagem.

Resumo

A acidez do solo e a ausência de adubação nitrogenada limitam a produtividade de gramíneas forrageiras. Objetivou-se avaliar os efeitos de doses de calcário (0 kg ha-1, 2.000 kg ha-1, 4.000 kg ha-1 e 8.000 kg ha-1) e nitrogênio (0 kg ha-1, 20 kg ha-1, 40 kg ha-1, 80 kg ha-1 e 160 kg ha-1) no acúmulo de forragem, atributos químicos do solo e teor de macronutrientes, em lâminas foliares de capim-massai (Panicum maximum cv. Massai). O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em arranjo fatorial 4 x 5, com quatro repetições. As doses de calcário e nitrogênio influenciaram positivamente o acúmulo de massa seca verde do capim-massai e a saturação por bases do solo. A máxima eficiência agronômica foi obtida nas doses estimadas próximas a 587 kg ha-1 ano-1 de nitrogênio e 5.796 kg ha-1 de calcário, que, no primeiro ano de avaliações, proporcionaram os maiores acúmulos de massa seca verde, com 15.267 kg ha-1 ano-1. Ocorreu elevação na demanda por calcário do primeiro para o segundo ano. Enquanto o calcário elevou a saturação por bases, o nitrogênio causou a redução da mesma. O nitrogênio aplicado ao solo elevou a concentração de nitrogênio, magnésio e cálcio (g kg-1) nas lâminas foliares do capim-massai. Portanto, o capim-massai respondeu positivamente a doses de nitrogênio e calcário, com efeitos significativos no acúmulo de massa seca verde e nas características de solo avaliadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-03-2016

Como Citar

CARDOSO, S.; VOLPE, E.; MACEDO, M. C. M. Efeito de nitrogênio e calcário em capim-massai sob cortes intensivos. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 1, p. 19–27, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/38132. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico