Ajuste de modelos de produção água-cultura para cana-soca

Autores

  • Jorge Luiz Moretti de Souza UFPR
  • Emerson Gerstemberger UFPR
  • Bruno César Gurski Universidade Federal do Paraná
  • Ricardo Augusto de Oliveira UFPR

Palavras-chave:

Saccharum spp., evapotranspiração, relações hídricas.

Resumo

Modelos de produção precisam ser testados em diferentes locais, para serem utilizados como instrumento de planejamento agrícola. Avaliaram-se, ao longo de nove ciclos de cultivo, as relações hídricas e o desempenho de modelos de produção água-cultura, na estimativa da produtividade de cana-soca, em Paranavaí (PR). Estimou-se a evapotranspiração de referência e real da cultura, armazenamento de água no solo, deficiência e excedente hídrico. Os modelos de “Stewart” e “Jensen” obtiveram os melhores desempenhos para estimar a produtividade de cana-soca. A disponibilidade hídrica na primeira fase de desenvolvimento da cana-soca exerce a maior influência na produtividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Luiz Moretti de Souza, UFPR

Engenheiro Agrícola, Mestre e Doutando em Irrigação e Drenagem (ESALQ/USP)

Emerson Gerstemberger, UFPR

Engenheiro Agrônomo, Mestre em Ciência do Solo (PPGCS/UFPR)

Ricardo Augusto de Oliveira, UFPR

Engenheiro Agrônomo, Mestre e Doutor em Fitotecnia e Fitossanitarismo (PPGFF/UFPR)

Downloads

Publicado

08-01-2016

Como Citar

SOUZA, J. L. M. de; GERSTEMBERGER, E.; GURSKI, B. C.; OLIVEIRA, R. A. de. Ajuste de modelos de produção água-cultura para cana-soca. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 4, p. 426–433, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/37687. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico