MARCHA DE ACÚMULO DE FÓSFORO EM CRISÂNTEMO (Dendranthema grandiflorum T., Var. SALMON REAGAN) NO INVERNO

Autores

  • Eliana Paula Fernandes UFG
  • Eli Regina Barboza de Souza UFG
  • Wilson Mozena Leandro UFG
  • Rosângela Vera UFG

Palavras-chave:

Planta ornamental, nutriente, adubação, ornamental

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o acúmulo de fósforo nos diferentes estágios fenológicos da cultura de crisântemo, var. Salmon Reagan, no período de inverno. O experimento foi desenvolvido em condições de ambiente protegido (estufa), no município de Santo Antônio de Goiás, GO. A densidade de plantio foi de 80 mudas.m-2. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com parcelas subdivididas no tempo e quatro repetições. O fator aplicado nas parcelas foi representado pelas partes da planta (haste, folha, inflorescência e planta inteira) e aquele aplicado nas sub-parcelas, pelos estágios de seu desenvolvimento (45, 60, 75, 90, 105 e 120 dias de idade). A adubação de plantio foi de 133 g.m-2 de Yorim, acrescidos de 150 g.m-2 da formulação química 5:25:15, à qual foi adicionada uma solução nutritiva circulante de nitrato de cálcio (20 g.m-2) durante todo o período estudado, alternando-se sulfato de potássio (30 g.m-2) e nitrato de potássio (30 g.m-2), a cada quinze dias. Concluiu-se que a demanda de fósforo pela cultura de crisântemo, durante o ciclo de crescimento, varia com a idade e com o órgão estudado, tendo sido mais acentuada na haste e entre 90 e 120 dias de idade da planta.

PALAVRAS-CHAVE: Planta ornamental; nutriente; adubação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-04-2008

Como Citar

FERNANDES, E. P.; SOUZA, E. R. B. de; LEANDRO, W. M.; VERA, R. MARCHA DE ACÚMULO DE FÓSFORO EM CRISÂNTEMO (Dendranthema grandiflorum T., Var. SALMON REAGAN) NO INVERNO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 38, n. 1, p. 27–31, 2008. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/3624. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico