Alternativas na fertilização de feijão visando a reduzir a aplicação de N-ureia

Autores

  • Juliano Garcia Bertoldo Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte
  • Amanda Pelisser Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte
  • Raquel Paz da Silva Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte
  • Rodrigo Favreto Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte
  • Luciene Antunes Dias de Oliveira Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte

Palavras-chave:

Phaselous vulgaris L., inoculação, fertilizantes nitrogenados, extrato de alga, molibdênio, pó de rocha.

Resumo

Em virtude da crescente utilização de fertilizantes nitrogenados químicos, e seus impactos econômico e ambiental, é necessário buscar métodos alternativos para melhorar a fertilidade do solo, como, por exemplo, a fixação biológica de nitrogênio e/ou suplementos alternativos desse nutriente. Objetivou-se avaliar os efeitos da inoculação e aplicação de extrato de alga, molibdênio e pó de rocha, como alternativa à aplicação de ureia, em feijão. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Foram utilizadas duas cultivares de feijão (Pérola e FEPAGRO 26), bem como os seguintes métodos de cultivo: i) convencional; ii) inoculação com a mistura de três inoculantes recomendados para o feijão; iii) inoculação + complementação via sementes, com extrato da alga Ascophyllum nodosum e fertilizante mineral contendo pó de rocha e molibdênio; iv) inoculação + complementação via foliar, utilizando-se produtos com extrato da alga Ascophyllum nodosum e fertilizante mineral contendo pó de rocha e molibdênio. A inoculação, por si só, não é suficiente para atingir patamares similares aos do método convencional, no rendimento de grãos. O método de cultivo inoculação + complementação via sementes propicia a manutenção do rendimento de grãos com menor custo, em relação ao método de cultivo convencional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Garcia Bertoldo, Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Fepagro Litoral Norte – Centro de Pesquisa do Litoral Norte

Pesquisador Dr. em Recursos Genéticos/Melhoramento Genético Vegetal

Downloads

Publicado

29-09-2015

Como Citar

BERTOLDO, J. G.; PELISSER, A.; SILVA, R. P. da; FAVRETO, R.; OLIVEIRA, L. A. D. de. Alternativas na fertilização de feijão visando a reduzir a aplicação de N-ureia. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 3, p. 348–355, 2015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/34885. Acesso em: 4 out. 2022.

Edição

Seção

Ciência do Solo