OCORRÊNCIA DO NEMATÓIDE DE CISTO DA SOJA (Heterodera glycines) NOS MUNICÍPIOS DE VIANÓPOLIS E RIO VERDE (GO)

Autores

  • Mara Rúbia da Rocha UFG
  • Gilmarcos de Carvalho Corrêa UFG
  • Hércules Diniz Campos ESUCARV-FESURV

Palavras-chave:

Glycine max, Heterodera glycines

Resumo

O nematóide de cisto da soja (Heterodera glycines) foi encontrado no Estado de Goiás, em Chapadão do Céu, em 1991-1992. Até 1996-1997, este nematóide encontrava-se espalhado por seis cidades do Estado de Goiás. Amostras de solo foram coletadas em Vianópolis e Rio Verde, em 1997-1998. As amostras de Vianópolis foram coletadas em campos de produção de sementes e analisadas no Laboratório de Fitopatologia da Escola de Agronomia - Universidade Federal de Goiás. As amostras coletadas em Rio Verde foram analisadas no Laboratório de Fitopatologia da ESUCRV-FESURV, onde a raça 3 de H. glycines foi identificada. Até agora, há oito cidades no Estado de Goiás que registraram a ocorrência de H. glycines.

PALAVRAS-CHAVE: Glycine max; Heterodera glycines.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-12-2007

Como Citar

ROCHA, M. R. da; CORRÊA, G. de C.; CAMPOS, H. D. OCORRÊNCIA DO NEMATÓIDE DE CISTO DA SOJA (Heterodera glycines) NOS MUNICÍPIOS DE VIANÓPOLIS E RIO VERDE (GO). Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 28, n. 1, p. 89–91, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2986. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Nota Científica