UTILIZAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO VISANDO A ESTIMAR A VIABILIDADE DE GERMINAÇÃO DA SEMENTE DE PIMENTA-DE-MACACO Xylopia aromatica ( Lam.) Mart. ANNONACEAE

Autores

  • Magda Beatriz de Almeida Matteucci UFG
  • Noga Neve Ribeiro Guimarães UFG
  • Domingos Tiveron Filho UFG

Palavras-chave:

Xylopia, dormência, semente, germinação

Resumo

A pesquisa foi realizada com o objetivo de obter informações sobre a viabilidade das sementes da pimenta-de-macaco através do teste de tetrazólio. Paralelamente aos testes, as sementes foram submetidas a germinação em laboratório e semeadas em viveiro. Observou-se uma queda progressiva no poder germinativo e no vigor das sementes na medida em que se aumentou o tempo de armazenamento até a completa inviabilidade, iniciando após o 13° (décimo terceiro) mês de armazenamento, sob condições controladas, câmara fria a 10°C e umidade relativa a 25%. O experimento mostrou que as sementes submetidas ao teste de vigor estavam potencialmente viáveis, porém, quando submetidas ao teste de germinação em laboratório, o poder germinativo encontrado foi de 0,0%, resultado similar ao obtido na semeadura em viveiro, sugerindo um mecanismo de dormência.

PALAVRAS-CHAVE: Xylopia; dormência; semente; germinação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-12-2007

Como Citar

MATTEUCCI, M. B. de A.; GUIMARÃES, N. N. R.; TIVERON FILHO, D. UTILIZAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO VISANDO A ESTIMAR A VIABILIDADE DE GERMINAÇÃO DA SEMENTE DE PIMENTA-DE-MACACO Xylopia aromatica ( Lam.) Mart. ANNONACEAE. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 27, n. 2, p. 43–47, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2968. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico