EFICIÊNCIA DE FUNGICIDAS PARA O TRATAMENTO DE SEMENTES DE SOJA (Glycine max)

Autores

  • Mara Rúbia da Rocha UFG
  • Giselle Ottoni Costa UFG
  • Nivaldo Alves Pereira Filho Novartis Biociências
  • Luís Antônio Siqueira de Azevedo Novartis Biociências

Palavras-chave:

Fusarium semitectum, Colletotrichun truncatum, controle químico

Resumo

Com o objetivo de avaliar a eficiência de fungicidas para o tratamento de sementes de soja, foram conduzidos ensaios em laboratório e no campo (Escola de Agronomia - Universidade Federal de Goiás, Goiânia - GO), testando os seguintes tratamentos: 1) thiabendazole + thiram (17 + 70 g i.a./100 kg); 2) benomyl + thiram (30 + 70 g i.a./100 kg); 3) difenoconazole (5,0 g i.a./100 kg); 4) difenoconazole + thiram (5,0 + 70 g i.a./100 kg); 5) difenoconazole + captan (5,0 + 90 g i.a./100 kg); 6) carbendazin + thiram (30 + 70 g i.a./100 kg); 7) testemunha. Todos os fungicidas reduziram a incidência de Fusarium semitectum e Colletotrichum truncatum nas sementes. Benomyl + thiram apresentou a maior eficiência no controle destes patógenos. Difenoconazole aplicado isoladamente não apresentou bons resultados, no entanto, em mistura com thiram, foi semelhante ao tratamento com thiabendazole + thiram. No campo, observou-se elevação significativa na população de plantas e na produtividade em função dos tratamentos com fungicidas. Carbendazin + thiram e difenoconazole + thiram propiciaram maior stand aos 12, 18 e 26 dias após o plantio.

PALAVRAS-CHAVE: Fusarium semitectum; Colletotrichun truncatum; controle químico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-12-2007

Como Citar

ROCHA, M. R. da; COSTA, G. O.; PEREIRA FILHO, N. A.; AZEVEDO, L. A. S. de. EFICIÊNCIA DE FUNGICIDAS PARA O TRATAMENTO DE SEMENTES DE SOJA (Glycine max). Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 27, n. 2, p. 35–42, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2967. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico