PROJETO PILOTO SANTA FÉ: ORGANIZAÇÃO RURAL E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

Autores

  • Dirce Regina G. de Azeredo Melo UFG
  • Renato P. S. Júnior UFG

Palavras-chave:

Desenvolvimento rural, organização rural, extensão universitária

Resumo

O projeto piloto surgiu em 1988, como resultante de solicitação da comunidade de Santa Fé à UFG, no sentido de colaborar com o desenvolvimento comunitário, visando principalmente, a assessorar a Associação de Pequenos Produtores Rurais (APPR), fundada naquele ano, e a Associação de Mulheres (AM), existente desde 1979. O objetivo maior deste projeto de extensão desenvolvido pela Universidade em parceria com a comunidade é a melhoria da qualidade de vida da população de Santa Fé de Goiás. Trata-se de uma região que se caracteriza pela alta concentração da posse de terra, pelo aumento dos latifúndios e pelo desaparecimento paulatino da pequena propriedade. A participação da UFG se dá através do Departamento de Economia Rural nos mais variados aspectos: elaborando projetos de captação de recursos (Organismo Ecumênico Francês - CIMADE, FUNDEC - BB, Governo de Goiás e outros); viabilizando recursos de treinamento solicitados; realizando viagens para troca de experiências com outras comunidades; fazendo pesquisa de mercado, na busca de alternativas de comercialização de insumos e produtos; elaborando orçamentos, prestações de contas, cartas, estudos, avaliações, etc. Destaca-se aqui a preocupação de nunca ditar caminhos, mas sim mostrar alternativas, discuti-las com os associados e adotar sempre a decisão dos mesmos. E uma ação educativa dialógica e não impositiva.

PALAVRAS-CHAVE: Desenvolvimento rural; organização rural; extensão universitária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07-12-2007

Como Citar

MELO, D. R. G. de A.; S. JÚNIOR, R. P. PROJETO PILOTO SANTA FÉ: ORGANIZAÇÃO RURAL E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 24, n. 1, p. 135–143, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2672. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico