Isotermas de dessorção de folhas in natura de juazeiro e mororó

Autores

  • Francinalva Cordeiro de Sousa Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.
  • Ana Paula Trindade Rocha Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.
  • Josivanda Palmeira Gomes Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.
  • Jorge Jacó Alves Martins Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.
  • Joabis Nobre Martins Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Campina Grande, PB, Brasil.

Palavras-chave:

Ziziphus joazeiro Mart., Bauhinia cheilantha, plantas medicinais, modelagem matemática.

Resumo

A cultura brasileira tem grande apreço pela utilização de plantas medicinais, na cura de doenças. O processo de secagem é de grande importância para assegurar a qualidade e a estabilidade dessas espécies. O presente estudo objetivou obter as isotermas de dessorção de folhas in natura de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart.) e mororó (Bauhinia cheilantha) e ajustar os dados experimentais a diferentes modelos matemáticos. As isotermas foram obtidas em três temperaturas (20ºC, 30ºC e 40ºC), em condições de dessorção, e os dados experimentais ajustados a três modelos (GAB, Oswin e Peleg), por meio de regressão não linear. O coeficiente de determinação e o desvio percentual médio entre os valores experimentais e os valores preditos foram calculados para cada curva, visando a verificar o modelo que apresentou melhor ajuste. Segundo os parâmetros estatísticos de análise, o modelo de Peleg foi o que descreveu melhor a higroscopicidade das folhas in natura de juazeiro e mororó.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-09-2014

Como Citar

SOUSA, F. C. de; ROCHA, A. P. T.; GOMES, J. P.; MARTINS, J. J. A.; MARTINS, J. N. Isotermas de dessorção de folhas in natura de juazeiro e mororó. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 44, n. 3, p. 304–310, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/26374. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Engenharia de Biossistemas