Condições, modos de aplicação e doses de ureia revestida por polímeros na cultura do milho

Autores

  • Isaac Silva Martins Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.
  • Jairo Osvaldo Cazetta Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.
  • Akira José Fernandes Fukuda Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.

Palavras-chave:

Zea mays L., nitrogênio, fotomicrografia.

Resumo

A ureia é o fertilizante nitrogenado mais utilizado na agricultura e, também, o mais sujeito a perdas de N. Objetivou-se comparar a ureia revestida por polímeros e a ureia comum, bem como caracterizar as condições e modos de aplicação mais vantajosos, na cultura do milho. Foram conduzidos dois experimentos em campo, em sistema convencional de preparo do solo e sequeiro, e avaliações microscópicas dos grânulos de ureia. No primeiro experimento, aplicou-se ureia comum e revestida, em linha ou a lanço, total em pós-semeadura ou parcelada. No segundo, estudou-se o efeito de doses das duas fontes de N, com aplicação única, a lanço, em pós-semeadura. Avaliaram-se características agronômicas e teor de N nas folhas. A ureia revestida proporcionou maior produtividade que a comum, quando aplicada sobre a superfície do solo em período de veranico, em doses acima de 170 kg ha-1. A ureia revestida por polímeros teve desempenho semelhante ao da ureia comum, quando aplicada à superfície do solo em período com chuvas frequentes e suficientes para a imediata solubilização e incorporação de ambos os fertilizantes, em camadas internas do solo. O modo de aplicação (em linha ou a lanço, em área total) não influenciou na produtividade. O parcelamento da adubação aumentou a produtividade de grãos, independentemente do tipo de ureia, quando as aplicações ocorreram em período de chuvas significativas e frequentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isaac Silva Martins, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.

Mestre no Programa de pós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - Unesp - Jaboticabal

Jairo Osvaldo Cazetta, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, área de química aplicada à agropecuária

Akira José Fernandes Fukuda, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Departamento de Tecnologia, Jaboticabal, SP, Brasil.

Acadêmico de Agronomia - Unesp - Jaboticabal

Downloads

Publicado

29-08-2014

Como Citar

MARTINS, I. S.; CAZETTA, J. O.; FUKUDA, A. J. F. Condições, modos de aplicação e doses de ureia revestida por polímeros na cultura do milho. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 44, n. 3, p. 271–279, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/26062. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal