EFEITO DE DIFERENTES RESÍDUOS ORGÂNICOS NO DESENVOLVIMENTO E NA PRODUTIVIDADE DA ALFACE (Lactuca sativa L.)

Autores

  • José Xavier de Almeida Neto UFG
  • Iraídes Fernandes Carneiro UFG
  • Adriana Vargas Pereira CNPq

Resumo

O presente trabalho teve o objetivo de verificar o efeito das adubações orgânica e química e a mistura das mesmas, e também avaliar o comportamento dos estercos de galinhas e de bovinos no desenvolvimento e na produtividade da alface (Lactuca sativa L.). O experimento foi conduzido na Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás, em LE., usando a cultivar Regina (Vigoragro). O delineamento foi inteiramente casualizado, constando de sete tratamentos: 1) testemunha (sem adubação); 2) adubação química + esterco bovino; 3) adubação química, sem adubação orgânica; 4) esterco de galinhas (dobro da dose recomendada), sem adubação química; 5) esterco bovino (dobro da dose), sem adubação química; 6) adubação química + esterco de galinhas; 7) adubação química (dobro da dose), tendo-se empregado as quantidades segundo as recomendações da C.F.S., para Goiás (1988). Os resultados obtidos mostraram que os tratamentos 2, 5 e 6 foram significativamente iguais entre si e superiores aos demais, em todas as variáveis analisadas (peso, diâmetro e valor comercial).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-12-2007

Como Citar

ALMEIDA NETO, J. X. de; CARNEIRO, I. F.; PEREIRA, A. V. EFEITO DE DIFERENTES RESÍDUOS ORGÂNICOS NO DESENVOLVIMENTO E NA PRODUTIVIDADE DA ALFACE (Lactuca sativa L.). Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 20, n. 1, p. 45–51, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2589. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico