ESTUDO DA COMPOSIÇÃO MINERAL DE SOLOS, FORRAGENS E TECIDO ANIMAL DE BOVINOS DO MUNICÍPIO DE RIO VERDE, GOIÁS: ZINCO E COBALTO

Autores

  • Suzete Silveira Fichtner EMGOPA
  • Alcione Nunes de Paula COMIGO
  • Eduardo Cavalheiro Jardim UFG
  • Anníbal Margon EMGOPA

Resumo

Foi realizado um levantamento das deficiências minerais de três fazendas do município de Rio Verde, Goiás, através de amostragem de solo, forragem e fígado. Os resultados revelaram que a maioria das amostras de solo foram deficientes em zinco. Entretanto, as amostras de forragens e fígado tiveram valores dentro de limites considerados normais. Em relação ao elemento cobalto, as amostras de solo, em média, apresentaram-se dentro de limites normais, apesar de a maioria das amostras de forragens e tecido hepático mostrarem valores considerados deficientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-11-2007

Como Citar

FICHTNER, S. S.; PAULA, A. N. de; JARDIM, E. C.; MARGON, A. ESTUDO DA COMPOSIÇÃO MINERAL DE SOLOS, FORRAGENS E TECIDO ANIMAL DE BOVINOS DO MUNICÍPIO DE RIO VERDE, GOIÁS: ZINCO E COBALTO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 19, n. 1, p. 79–85, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2570. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico