POTENCIAL DE SECAGEM DO MILHO A GRANEL COM AR NATURAL EM BOTUCATU – SP

Autores

  • Vicente A. Gonçalves UFG

Palavras-chave:

Secagem, Ar natural, Milho, Teor de umidade de equilíbrio, Drying, Ambient air, Corn, Equilibrium moisture content

Resumo

A secagem de grãos com ar natural é um processo dependente das condições climáticas locais, constantemente oscilantes no tempo. Através do emprego de modelos matemáticos de simulação foi avaliada a possibilidade de realização da secagem do milho a granel com ar natural para as condições climáticas de Botucatu, com base nos registros horários de temperatura de bulbo seco e umidade relativa dos anos de 1971 a 1975 e de 1977 a 1981. O processo contínuo de secagem do milho com ar natural, nas condições analisadas, não permite a redução do teor de umidade final ao nível recomendado ao armazenamento seguro. A simulação da secagem intermitente, realizada nos períodos das 9 às 17 h, 9 às 18 h e 8 às 18 h, indica a possibilidade de redução do teor de umidade do milho, base úmida, a nível entre 12,1 e 17,3%, para o teor de unidade inicial de 22%, entre 12,4 e 15,5%, para o teor de umidade inicial de 20% e entre 13,1 e 14,7% para o de 18%, quando realizada a secagem no período máximo admissível.

PALAVRAS-CHAVE: Secagem; Ar natural; Milho; Teor de umidade de equilíbrio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

20-11-2007

Como Citar

GONÇALVES, V. A. POTENCIAL DE SECAGEM DO MILHO A GRANEL COM AR NATURAL EM BOTUCATU – SP. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 13, n. 1, p. 141–166, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2443. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico