DETERMINAÇÃO DO NÚMERO DE ESTRUTURAS FRUTÍFERAS DO ALGODOEIRO DANIFICADAS POR LAGARTAS DE Spodoptera frugiperda (J. E. SMITH, 1797) (LEPIDOPTERA, NOCTUIDAE) EM DIFERENTES ÉPOCAS DE DESENVOLVIMENTO DA CULTURA

Autores

  • Valquíria da Rocha Santos Veloso UFG
  • Octávio Nakano ISALQ/USP

Resumo

Estudou-se os danos causados pelas lagartas de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) com relação ao número de estruturas frutíferas danificadas em diferentes épocas de desenvolvimento da cultura do algodoeiro, na cultivar "IAC—17". As épocas de infestação não causaram diferenças significativas. No entanto, o número de insetos afetou significativamente os danos provocados nas maçãs e o dano total de estruturas frutíferas. Foi observado que uma lagarta de S. frugiperda destruiu durante o seu desenvolvimento, 3,8 estruturas frutíferas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-11-2007

Como Citar

VELOSO, V. da R. S.; NAKANO, O. DETERMINAÇÃO DO NÚMERO DE ESTRUTURAS FRUTÍFERAS DO ALGODOEIRO DANIFICADAS POR LAGARTAS DE Spodoptera frugiperda (J. E. SMITH, 1797) (LEPIDOPTERA, NOCTUIDAE) EM DIFERENTES ÉPOCAS DE DESENVOLVIMENTO DA CULTURA. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 13, n. 1, p. 117–126, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2427. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico