ESTUDO DO REGIME TÉRMICO EM LATOSSOLO VERMELHO-ESCURO DISTRÓFICO, EM GOIÂNIA, GO

Autores

  • Magda Beatriz de Almeida Matteucci
  • Engler José Vidigal Lobato

Palavras-chave:

Geotermômetro, estação, meteorológica

Resumo

Avaliou-se o regime térmico em um latossolo vermelho escuro distrófico, no município de de Goiânia, Estado de Goiás, com dados coletados na Estação Evaporimétrica de 1ª Classe, da Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Goiás, entre 1980 e 1989. As leituras diárias foram realizadas às 9h 00m e 15h 00m. Observou-se uma grande variação nos valores de temperatura do perfil do solo, durante todos os meses do ano, sendo os menores valores observados nos meses de inverno. Quanto aos valores extremos, encontrou-se 40,1°C e 18,3°C, como sendo o maior valor médio mensal para a camada superficial (0 cm), no mês de setembro, e o menor valor médio mensal, para a camada de 10 cm, no mês de julho, respectivamente.

PALAVRAS-CHAVE: Geotermômetro; estação; meteorológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Magda Beatriz de Almeida Matteucci

2.Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goiás, Caixa Postal 131, CEP 74001-970, Goiânia, GO. E-mails: mbeatriz@agro.ufg.br;

Downloads

Publicado

08-11-2007

Como Citar

MATTEUCCI, M. B. de A.; LOBATO, E. J. V. ESTUDO DO REGIME TÉRMICO EM LATOSSOLO VERMELHO-ESCURO DISTRÓFICO, EM GOIÂNIA, GO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 34, n. 3, p. 161–166, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2309. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico