Teor de nitrogênio inorgânico no solo em função de plantas de cobertura, fontes de nitrogênio e inibidor de nitrificação

Autores

  • Edemar Moro Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), Departamento de Agronomia, Presidente Prudente, SP, Brasil.
  • Carlos Alexandre Costa Crusciol Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agronômicas, Departamento de Produção Vegetal, Botucatu, SP, Brasil.
  • Adriano Stephan Nascente Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Arroz e Feijão), Santo Antônio de Goiás, GO, Brasil.
  • Heitor Cantarella Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Centro de Solos e Recursos Ambientais, Campinas, SP, Brasil.

Palavras-chave:

Urochloa spp., sistema plantio direto, lixiviação.

Resumo

A utilização de plantas de cobertura pode alterar a rela-ção NO3-:NH4+ no solo, proporcionando maiores quantidades de NH4+ e podendo viabilizar o desenvolvimento de culturas que absorvem mais e preferem esta forma de nitrogênio (N), como o arroz. Objetivou-se avaliar a influência da interação de plantas de cobertura e fontes de N, com e sem inibidor de nitrificação (dicianodiamida), em sistema plantio direto (SPD). O experimento foi realizado em 2009/2010, em Botucatu (SP), em Latossolo Vermelho distroférrico cultivado por seis anos no SPD. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema de parcela subdividida, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas por seis espécies de plantas de cobertura do solo (Urochloa brizantha, U. decumbens, U. humidicola, U. ruziziensis, Pennisetum americanum e Crotalaria spectabilis) e as subparcelas por sete formas de fertilização nitrogenada, aos 0 e 30 dias após a emergência (DAE) do arroz [1 - controle, sem aplicação de nitrogênio; 2 - nitrato de cálcio (40 + 40 kg ha-1); 3 - nitrato de cálcio (0 + 80 kg ha-1); 4 - sulfato de amônio (40 + 40 kg ha-1); 5 - sulfato de amônio (0 + 80 kg ha-1); 6 - sulfato de amônio + dicianodiamida (40 + 40 kg ha-1); e 7 - sulfato de amônio + dicianodiamida (0 + 80 kg ha-1)]. O uso do inibidor de nitrificação e o cultivo de C. spectabilis proporcionaram maiores teores de amônio no solo. A aplicação da fonte amoniacal sem inibidor em dose total aos 30 DAE e com inibidor tanto parcelada quanto em dose total proporcionaram os maiores teores de nitrato no solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heitor Cantarella, Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Centro de Solos e Recursos Ambientais, Campinas, SP, Brasil.

Pesquisador, Dr. em solos e nutrição de plantas

Downloads

Publicado

05-12-2013

Como Citar

MORO, E.; CRUSCIOL, C. A. C.; NASCENTE, A. S.; CANTARELLA, H. Teor de nitrogênio inorgânico no solo em função de plantas de cobertura, fontes de nitrogênio e inibidor de nitrificação. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 4, p. 424–435, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/22907. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Ciência do Solo