EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS PARA O CONTROLE DE Plutella xylostella (LEPIDOPTERA: PLUTELLIDAE) NA CULTURA DO REPOLHO (Brassica oleracea var. capitata)

Autores

  • Cecilia Czepak
  • Paulo Marçal Fernandes
  • Hellen Georgia Santana
  • Fábio Shigeo Takatsuka
  • Camilo de Lelis Rocha

Palavras-chave:

Inseticida, traça, controle químico

Resumo

O presente trabalho foi conduzido em uma área sob plantio contínuo de repolho (Brassica oleracea var. capitata) em Goianápolis - GO, no período de setembro a novembro de 1996, visando comparar inseticidas para o controle da traça-das-crucíferas (Plutella xylostella). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com oito tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram: teflubenzuron, nas doses de 25 mL, 30 mL e 40 mL de produto comercial (p.c.)/100 L de água; chlorfenapyr, nas doses de 30 mL, 50 mL e 100 mL de p.c./100 L de água; deltamethrin, na dose de 30 mL de p.c./100 L de água; e testemunha. Para cada tratamento realizaram-se aplicações semanais após o transplantio. As avaliações foram realizadas na colheita, contando-se o número de furos causados pela traça, em cinco cabeças comerciais de repolho, tomadas ao acaso, por parcela. Pôde-se concluir que os inseticidas teflubenzuron e chlorfenapyr foram mais eficientes que deltamethrin no controle da traça-das-crucíferas P. xylostella nas doses testadas.

PALAVRAS-CHAVE: Inseticida; traça; controle químico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cecilia Czepak

Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goiás. Campus Samambaia. Caixa Postal 131, CEP 74001-970, Goiânia, GO. E-mail: ceciczepak@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

02-11-2007

Como Citar

CZEPAK, C.; FERNANDES, P. M.; SANTANA, H. G.; TAKATSUKA, F. S.; ROCHA, C. de L. EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS PARA O CONTROLE DE Plutella xylostella (LEPIDOPTERA: PLUTELLIDAE) NA CULTURA DO REPOLHO (Brassica oleracea var. capitata). Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 35, n. 2, p. 129–131, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2261. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Nota Científica