Déficit hídrico em algodoeiro proveniente de sementes tratadas com regulador de crescimento

Autores

  • Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Algodão), Santo Antônio de Goiás, GO, Brasil.
  • Fernando Mendes Lamas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Agropecuária Oeste), Dourados, MS, Brasil.
  • Giovani Greigh de Brito Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Algodão), Pelotas, RS, Brasil.
  • Ana Luiza Dias Coelho Borin Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Algodão), Santo Antônio de Goiás, GO, Brasil.

Palavras-chave:

Gossypium hirsutum L. r. latifolium, cloreto de mepiquat, estresse hídrico.

Resumo

O cloreto de mepiquat (CM) é usado para controlar o crescimento do algodoeiro. Alterações no crescimento da parte aérea podem influenciar no desenvolvimento das raízes e, por consequência, interferir na sensibilidade do algodoeiro ao déficit hídrico. Este trabalho objetivou avaliar o efeito do déficit hídrico, em estádios fenológicos iniciais de algodoeiro originado de sementes tratadas com doses de CM, sobre o crescimento de raízes e parte aérea. Dois experimentos foram realizados em casa-de-vegetação, em Santa Helena de Goiás (GO), sendo conduzidos em blocos casualizados, em esquema fatorial 4x4: quatro doses de regulador de crescimento (0 g, 2 g, 4 g e 8 g do ingrediente ativo de CM por kg de semente) e quatro situações de déficit hídrico (sem déficit hídrico e déficit hídrico inicial em três fases vegetativas: V1, V3 e V5), com quatro repetições. A matéria seca da parte aérea e das raízes e a altura dos algodoeiros foram reduzidas com o aumento nas doses de CM. O déficit hídrico entre V1 e V5 reduziu a massa de matéria seca da parte aérea e das raízes. O déficit hídrico também aumentou o efeito inibidor do CM aplicado via semente sobre a produção de matéria seca de raízes e da parte aérea do algodoeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Algodão), Santo Antônio de Goiás, GO, Brasil.

Agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (1994), com mestrado em Fitotecnia pela UFV (1996) e doutorado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela UFV (2001). Foi pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - Epamig, de 1998 a junho de 2004. Desde julho de 2004 é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA ALGODÃO. Atua no cerrado brasileiro, principalmente, nas seguintes linhas temáticas de pesquisa na cultura do algodoeiro: sistema de produção, manejo do solo, matologia, manejo e tratos culturais, fitotecnia, fertilidade do solo e nutrição mineral.

Downloads

Publicado

03-12-2013

Como Citar

FERREIRA, A. C. de B.; LAMAS, F. M.; BRITO, G. G. de; BORIN, A. L. D. C. Déficit hídrico em algodoeiro proveniente de sementes tratadas com regulador de crescimento. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 4, p. 417–423, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/22511. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal