CORRELAÇÕES ENTRE UNIDADES DE COMERCIALIZAÇÃO PARA BANANAS “NANICÃO” (Musa acuminata AAA) EM GOIÁS

Autores

  • Lincoln F. Zica UFG
  • Ronaldo Veloso Naves UFG
  • Raimundo Ney de Macedo Lima UFG

Resumo

Na comercialização de bananas do sub-grupo cavendishi, em Goiás, utiliza-se de várias unidades de medida. Esta diversidade causa problemas no bom entendimento entre vendedores e compradores. Com a finalidade de estabelecer fórmulas empíricas de transformações de unidades de comercialização, empreendeu-se o presente trabalho. Com base nos resultados, conclui-se que as melhores fórmulas de transformações são as seguintes: a - Peso de um carregamento em cachos para número de frutas (NF = 80,4 P/ 11,41, sendo P tomado em Kg); b - Para a obtenção do peso líquido ( PL ) de frutas a serem encaixadas, subtrai-se 10% do peso bruto; c - Peso líquido (PL) de frutas em caixas tipo torito (Cx) (Cx = PL/ 18,85); d - Cento de frutas (CF) em caixas tipo torito (Cx) (Cx = CF/ 14).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-10-2007

Como Citar

ZICA, L. F.; NAVES, R. V.; LIMA, R. N. de M. CORRELAÇÕES ENTRE UNIDADES DE COMERCIALIZAÇÃO PARA BANANAS “NANICÃO” (Musa acuminata AAA) EM GOIÁS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 162–168, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2247. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico