ESTUDO DA CORRELAÇÃO DOS TEORES DE P, K, Al, Ca e Mg NO SOLO, COM A ALTURA DE BANANEIRAS DO CULTIVAR “MARMELO”, NA EMISSÃO DO CACHO

Autores

  • Lincoln Fonseca Zica UFG
  • Manoel Passos de Castro UFG
  • José Xavier de Almeida Neto UFG

Resumo

A bananeira do cultivar “Marmelo” vem, a cada dia, sendo a melhor opção para os bananicultores, que fornecem frutas às fábricas de doces. Com o aumento dos plantios deste cultivar, necessitou-se de dados concretos, na indicação de glebas, para a formação de bananais, tomando como base a análise do solo. Para isto tomaram-se 40 amostras, constituídas cada uma de 12 sub-amostras, ao redor de 40 touceiras de bananas. Estas touceiras foram escolhidas ao acaso, em um bananal de 2,5 ha, plantado no espaçamento de 3m x 3m, com idade de três anos. Para cada amostra analisaram-se os teores de P, K, Ca + Mg e Al, sendo estes correlacionados com a altura da bananeira correspondente, na emissão da inflorescência. Com base nas análises estatísticas concluiu-se que: a. Em caso de não se indicar adubação, o plantio só deve ser efetuado em solos com mais de 50 ppm. de K; b. A indicação de adubos fosfatados deverá ser feita apenas quando o teor de P no solo for menor que 1 ppm; c. O teor de Ca + Mg do solo deverá ser elevado para 2 (dois) mE/100 ml, utilizando-se calcário dolomítico; d. O alumínio tóxico do solo deve ser totalmente neutralizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-10-2007

Como Citar

ZICA, L. F.; CASTRO, M. P. de; ALMEIDA NETO, J. X. de. ESTUDO DA CORRELAÇÃO DOS TEORES DE P, K, Al, Ca e Mg NO SOLO, COM A ALTURA DE BANANEIRAS DO CULTIVAR “MARMELO”, NA EMISSÃO DO CACHO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 135–144, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2244. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico