Produção e qualidade de sementes de feijão-caupi em função de sistemas de plantio e estresse hídrico

Autores

  • Rômulo Magno Oliveira de Freitas Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.
  • Salvador Barros Torres Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.
  • Narjara Walessa Nogueira Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.
  • Caio César Pereira Leal Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.
  • Raul Martins de Farias Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.

Palavras-chave:

Vigna unguiculata (L.) Walp., plantio direto, plantio convencional.

Resumo

O feijão-caupi desempenha importante papel na produção agrícola brasileira, especialmente nas Regiões Norte e Nordeste, onde é amplamente cultivado por pequenos produtores. Neste sentido, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a qualidade fisiológica de sementes de feijão-caupi produzidas em sistema plantio direto e convencional, sob diferentes períodos sem irrigação. Utilizou-se delineamento em blocos casualizados, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas por sistemas de plantio (direto e convencional) e as subparcelas por períodos sem irrigação (2, 6, 10, 14, 18 e 22 dias). Nas parcelas, as sementes foram colhidas e submetidas às seguintes avaliações: massa de sementes por planta, massa de mil sementes, massa hectolítrica, comprimento e largura da semente, grau de umidade, germinação, envelhecimento acelerado, emergência de plântulas em campo e índice de velocidade de emergência. Sementes de feijão-caupi provenientes de plantas submetidas ao estresse hídrico resultaram em menor qualidade fisiológica, contudo, fisicamente maiores e mais pesadas. O sistema plantio direto proporcionou sementes com melhor qualidade fisiológica. Plantas de feijão-caupi submetidas ao estresse hídrico após o florescimento produziram menor quantidade de sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rômulo Magno Oliveira de Freitas, Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Departamento de Ciências Vegetais, Mossoró, RN, Brasil.

Ciências Agrárias

Downloads

Publicado

21-11-2013

Como Citar

FREITAS, R. M. O. de; TORRES, S. B.; NOGUEIRA, N. W.; LEAL, C. C. P.; FARIAS, R. M. de. Produção e qualidade de sementes de feijão-caupi em função de sistemas de plantio e estresse hídrico. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 4, p. 370–376, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/22226. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal