Germinação de sementes de urucum em função de métodos de superação de dormência e temperaturas

Autores

  • Dayana Rotili Nunes Picolotto Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Josiane Vogel Cortina Theodoro Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Alfredo Riciere Dias Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Gustavo de Faria Theodoro Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Charline Zaratin Alves Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Palavras-chave:

Bixa orellana L., escarificação mecânica, curva de embebição, viabilidade de sementes.

Resumo

A Bixa orellana L. é uma planta perene denominada urucu ou urucum, pertencente à família Bixaceae, muito utilizada na culinária, devido às suas propriedades de corante natural, cuja germinação é dificultada, devido às suas características próprias. Objetivou-se elucidar o mecanismo de dormência das sementes de urucum e avaliar o efeito de diferentes métodos para a sua quebra, aliados a diferentes temperaturas para a germinação. Os mecanismos de escarificação utilizados foram: químico (com ácido sulfúrico concentrado e etanol, em imersão por cinco minutos), físico (escarificação com lixa) e térmico (em água a 70ºC, por dois minutos, e, em seguida, sob temperaturas de 20ºC, 25ºC, 30ºC e 20-30ºC, para germinação). Avaliou-se a quantidade de água embebida pelas sementes e percentagem, primeira contagem e índice de velocidade de germinação, assim como o comprimento do hipocótilo e da raiz principal. Para as sementes que não germinaram, aplicou-se o teste de tetrazólio, para verificar a sua viabilidade. Concluiu-se que os tratamentos utilizados para a quebra da dormência não afetaram a viabilidade das sementes de urucum. Recomenda-se a escarificação com lixa ou ácido sulfúrico, por cinco minutos, e as temperaturas de 25ºC ou 20-30oC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dayana Rotili Nunes Picolotto, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Graduada em Farmácia - Bioquímica pela UNIDERP.

Pós Graduada em Análises Clínicas pelo CRF-MS/SOMAY.

Mestranda em Produção Vegetal pela UFMS.

Gustavo de Faria Theodoro, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Doutor - Fitopatologia

Professor Adjunto - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Charline Zaratin Alves, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Doutora - Tecnologia de Sementes e Fruticultura.

Professora Adjunto - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Downloads

Publicado

12-09-2013

Como Citar

PICOLOTTO, D. R. N.; THEODORO, J. V. C.; DIAS, A. R.; THEODORO, G. de F.; ALVES, C. Z. Germinação de sementes de urucum em função de métodos de superação de dormência e temperaturas. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 3, p. 232–238, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/21824. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal