Tolerância de linhagens de arroz de terras altas à seca

Autores

  • Thiago Gledson Rios Terra Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • Tarcísio Castro Alves de Barros Leal Universidade Federal do Tocantins (UFT)
  • Aluízio Borém Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • Paulo Hideo Nakano Rangel Embrapa Arroz e Feijão

Palavras-chave:

Oryza sativa L., déficit hídrico, Índice de Susceptibilidade à Seca.

Resumo

O estresse por deficiência hídrica pode acarretar sérios danos à cultura do arroz de terras altas, principalmente na redução da produtividade. Por isto, a seleção de genótipos mais adaptados a esta condição faz-se necessária. Este trabalho avaliou as características agronômicas e temperatura foliar, em linhagens F7 de arroz de terras altas submetidas a duas condições de irrigação (com e sem estresse de deficiência hídrica), no sentido de possibilitar a seleção de materiais mais tolerantes a este estresse abiótico. Em 142 linhagens endogâmicas e seus dois genitores, Bico Ganga Curto e Chorinho, foram avaliados a temperatura foliar (ºC), dias até o florescimento, número de perfilhos e de panículas por metro linear, esterilidade das espiguetas (%), altura da planta (cm), massa de mil espiguetas (g) e produtividade (kg ha-1). O delineamento experimental utilizado foi o látice triplo 12x12, com e sem estresse de deficiência hídrica. Foram selecionadas 15 linhagens, por meio do Índice de Susceptibilidade à Seca, as quais foram comparadas com seus genitores, pelo teste Tukey. Verificou-se que houve aumento no número de dias para o florescimento e para a esterilidade das espiguetas, em condições de deficiência hídrica. Nesta mesma condição, houve redução na altura da planta e número de perfilhos e de panículas por metro linear. Dentre as linhagens, destacou-se a 51, que apresentou boa produtividade, em ambas as condições de cultivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Gledson Rios Terra, Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Agrônomo, Mestre em Produção Vegetal, Doutorando em Fitotecnia - UFV

Tarcísio Castro Alves de Barros Leal, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Doutor em Fitotecnia

Aluízio Borém, Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Ph. D. em Genética e Melhoramento

Paulo Hideo Nakano Rangel, Embrapa Arroz e Feijão

Doutor em Genética e Melhoramento

Downloads

Publicado

18-07-2013

Como Citar

TERRA, T. G. R.; LEAL, T. C. A. de B.; BORÉM, A.; RANGEL, P. H. N. Tolerância de linhagens de arroz de terras altas à seca. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 2, p. 201–208, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/21592. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal