EFEITO DO ARMAZENAMENTO DE HASTES DE LARANJA CACAU (Citrus sinensis Osb) NO "PEGAMENTO" DAS BORBULHAS

Autores

  • Maria Terezinha Teixeira Lopes UFG
  • Lincoln F. Zica UFG

Resumo

O presente trabalho foi realizado na Escola de Agronomia e Veterinária da UFGO, com o objetivo de estudar o efeito da conservação de borbulhas de laranja “Cacau” (Citrus sinensis Osb) embaladas em sacos plásticos, no pegamento de enxertos. Os tratamentos utilizados foram enxertia com borbulhas de hastes com 0, 5, 10, 15 e 20 dias de conservação. A percentagem de enxertos brotados decresceu linearmente em função do período de conservação. À medida que aumentava a intensidade de descoloração das hastes, diminuía a percentagem de "pegamento" de enxertos. Para nossas condições as borbulhas de laranja "cacau" (Citrus sinensis Osb) não devem ser conservadas em sacos plásticos, à temperatura ambiente, por mais de 5 dias, pois a percentagem de enxertos brotados decresceu linearmente com o período de conservação das hastes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

25-10-2007

Como Citar

LOPES, M. T. T.; ZICA, L. F. EFEITO DO ARMAZENAMENTO DE HASTES DE LARANJA CACAU (Citrus sinensis Osb) NO "PEGAMENTO" DAS BORBULHAS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 4, n. 1, p. 40–46, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2154. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico