Fauna edáfica influenciada pelo uso de culturas e consórcios de cobertura do solo

Autores

  • Rodrigo Ferreira da Silva Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Geomar Mateus Corassa Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Gilvan Moisés Bertollo Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Antonio Luis Santi Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Ricardo Bemfica Steffen Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Palavras-chave:

Avena stringosa, Raphanus sativus L., Vicia sativa, índices ecológicos, bioindicadores.

Resumo

A fauna edáfica é sensível e responde, com relativa rapidez, ao impacto de diferentes tipos de sistemas de produção, possibilitando, deste modo, o seu uso como componente ativo na avaliação da qualidade do solo. O presente trabalho objetivou determinar a influência do cultivo de aveia preta, nabo e ervilhaca e dos consórcios nabo/aveia preta e ervilhaca/nabo/aveia preta, na estrutura e composição da fauna edáfica. O delineamento foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 6x4, sendo seis culturas de cobertura do solo (aveia preta, nabo, ervilhaca, consórcio nabo/aveia preta, consórcio ervilhaca/nabo/aveia preta e pousio) e quatro épocas de coleta (0, 50, 100 e 150 dias após a semeadura), com quatro repetições. Após a coleta da fauna do solo, foram determinados a abundância de indivíduos, número de colêmbolos, riqueza de Margalef, índice de diversidade de Shannon, equabilidade de Pielou e dominância de Simpson. A utilização dos consórcios nabo/aveia preta e ervilhaca/nabo/aveia preta favoreceu a abundância de indivíduos e o número de colêmbolos, já nos primeiros 50 dias. O consórcio ervilhaca/nabo/aveia preta reduziu a diversidade de Shannon, por aumentar a população de colêmbolos. A maior diversidade de espécies foi observada aos 100 dias, após a implantação das culturas. A fauna edáfica foi influenciada pela fase vegetativa e pelo tipo de cultura de cobertura do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Ferreira da Silva, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS

CURSO DE AGRONOMIA

Geomar Mateus Corassa, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS

CURSO DE AGRONOMIA

Gilvan Moisés Bertollo, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS

CURSO DE AGRONOMIA

 

Antonio Luis Santi, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS

CURSO DE AGRONOMIA

Ricardo Bemfica Steffen, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Centro de Ciências Rurais, Departamento de Solos.

Downloads

Publicado

25-06-2013

Como Citar

SILVA, R. F. da; CORASSA, G. M.; BERTOLLO, G. M.; SANTI, A. L.; STEFFEN, R. B. Fauna edáfica influenciada pelo uso de culturas e consórcios de cobertura do solo. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 2, p. 130–137, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/20534. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Ciência do Solo