COMPORTAMENTO DO FUNGO Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides Costa EM SUBSTRATO COM DIFERENTES FONTES DE CARBONO

Autores

  • Ivo de Carvalho UFG
  • Carluce Gomes de Sá e Carvalho UFG

Resumo

Nessa experiência procurou-se determinar o comportamento de Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides Costa em substrato sólido contendo diferentes fontes de carbono, medindo-se o crescimento vegetativo, intensidade de esporulação, tamanho dos conídios e descrevendo-se as características morfológiças das colônias. Usou-se um substrato sintético como meio básico, e a este se adicionou maltose, dextrose, lactose, amido, sacarose ou galactose, conforme o tratamento. Observou-se que a dextrose promoveu maior crescimento vegetativo das colônias, mas o amido provocou maior intensidade de esporulação. A galactose parece ter exercido efeito prejudicial sobre o desenvolvimento desse fungo, provocando a formação de colônias pequenas, atípicas e os poucos conídios produzidos exibiram menor comprimento que os conídios formados nos outros substratos testados. Não houve correlação entre intensidade de esporulação e tamanho de conídios, nem entre crescimento vegetativo e intensidade de esporulação. A composição do substrato afetou profundamente as características morfológicas do fungo, provocando alterações na cor, formato, aspecto, bordos e topografia da colônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-10-2007

Como Citar

CARVALHO, I. de; CARVALHO, C. G. de S. e. COMPORTAMENTO DO FUNGO Colletotrichum gossypii South. var. cephalosporioides Costa EM SUBSTRATO COM DIFERENTES FONTES DE CARBONO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 2, n. 1, p. 35–43, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/1937. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico