Eficiência de métodos para o cálculo de coeficientes do tanque classe A na estimativa da evapotranspiração de referência

Autores

  • Paulo César Ribeiro da Cunha Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFG)
  • Jorge Luiz do Nascimento Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Pedro Marques da Silveira Embrapa Arroz e Feijão
  • José Alves Júnior Universidade Federal de Goiás (UFG)

Palavras-chave:

Equação de Penman-Monteith, clima, manejo da irrigação.

Resumo

Os valores do coeficiente do tanque classe A (Kp) podem ser determinados por vários métodos. A maioria baseia-se na velocidade do vento, umidade relativa e condições e extensão da bordadura que circunda o tanque. Este estudo objetivou avaliar o desempenho de métodos de estimativa do Kp e o uso de um Kp médio e constante (0,70), na avaliação da evapotranspiração de referência (ET0), sob condições de Cerrado, em Santo Antônio de Goiás (GO). Os métodos foram avaliados nos períodos anual, seco e chuvoso. As ET0 obtidas por meio da evaporação do tanque, multiplicadas pelos valores de Kp estimados com os métodos de Doorenbos & Pruitt (1977), Cuenca (1989), Snyder (1992), Pereira et al. (1995) e Allen et al. (1998), foram comparadas com a ET0 estimada pelo modelo de Penman-Montheit. Foram determinados os coeficientes de determinação (r2), correlação (r), concordância (d) de Willmott e de desempenho (c) e, também, os erros médios e máximos absolutos. Para as condições climáticas nas quais se realizou o trabalho, o melhor método de determinação do Kp, para estimativa da ET0 no período anual, foi o de Pereira et al. (1995). Para o período seco, destacou-se o método proposto por Cuenca (1989) e, para o período chuvoso, todos os métodos apresentaram baixos desempenhos, sendo o de Pereira et al. (1995) o mais eficiente. A adoção de um Kp fixo e constante de 0,70 resultou em bom desempenho, sendo uma opção bastante prática, porém, faz-se necessária a sua determinação no local onde será aplicado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo César Ribeiro da Cunha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFG)

Professor do Instituto Federal Goiano - Câmpus Urutaí, área de Produção Vegetal/Fitotecnia.

Jorge Luiz do Nascimento, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Professor da Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Goiás.

Pedro Marques da Silveira, Embrapa Arroz e Feijão

Pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, área de Sistemas Agrícolas.

José Alves Júnior, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Professor da Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

20-06-2013

Como Citar

CUNHA, P. C. R. da; NASCIMENTO, J. L. do; SILVEIRA, P. M. da; ALVES JÚNIOR, J. Eficiência de métodos para o cálculo de coeficientes do tanque classe A na estimativa da evapotranspiração de referência. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 2, p. 114–122, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/18844. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Engenharia de Biossistemas