AVALIAÇÃO DE FONTES E DOSES DE FÓSFORO NO ESTABELECIMENTO DE Brachiaria brizantha cv. MARANDU NO SUL DO TOCANTINS

Autores

  • Saulo de Oliveira Lima
  • Rodrigo Ribeiro Fidelis
  • Sérgio José da Costa

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta de Brachiaria brizantha cv. Marandu a fontes e doses de fósforo, para a produção de massa de matéria seca, sob um Latossolo vermelho-amarelo distrófico, em Gurupi, Estado de Tocantins, Brasil. Os trata-mentos consistiram de um fatorial 3x5+1, sendo três fontes de P (superfosfato triplo – ST, hiperfosfato natural de Gafsa – HG, e fosfato natural reativo Fospasto – FP), cinco doses (33%, 66%, 100%, 133% e 166 % da dose recomendada de P2O5 – 90 kg ha-1), mais uma testemunha sem P. O delineamento experimental foi em blocos completos casualisados com três repetições, totalizando 48 parcelas de 20 m². Houve diferenças significativas (p<0,05) entre as fontes e as doses de P utilizadas. Entre as fontes, ST proporcionou produções de matéria seca estatisticamente superiores em todas as doses avaliadas, exceto sob 30 kg ha-1 de P2O5, na qual a superioridade não se mostrou significativa (p>0,05). Entre as fontes menos solúveis (HG e FP) não se observou diferença significativa (p>0,05). Pôde-se concluir que, para o estabelecimento do capim B. brizantha cv. Marandu, nas condições avaliadas, o uso do superfosfato triplo proporciona maior produção de matéria seca, com resposta crescente ao aumento da dose. As doses de 120 kg ha-1 e 150 kg ha-1 de P2O5 proporcionaram as maiores produções de massa de matéria seca.

PALAVRAS-CHAVE: Gafsa; superfosfato triplo; fosfato natural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Saulo de Oliveira Lima

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Campus de Gurupi. Caixa Postal 66, CEP 77402-970 Gurupi-TO.

Downloads

Publicado

08-10-2007

Como Citar

LIMA, S. de O.; FIDELIS, R. R.; COSTA, S. J. da. AVALIAÇÃO DE FONTES E DOSES DE FÓSFORO NO ESTABELECIMENTO DE Brachiaria brizantha cv. MARANDU NO SUL DO TOCANTINS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 37, n. 2, p. 100–105, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/1834. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico