Indicadores de qualidade de Latossolo Vermelho sob diferentes usos

Autores

  • Aurélio Alves Amaral Chaves Universidade de Brasília (UnB)
  • Marilusa Pinto Coelho Lacerda Universidade de Brasília (UnB)
  • Wenceslau J. Goedert Universidade de Brasília (UnB)
  • Maria Lucrécia Gerosa Ramos Universidade de Brasília (UnB)
  • Eiyti Kato Universidade de Brasília (UnB)

Palavras-chave:

Atributos do solo, manejo do solo, microbacias.

Resumo

A avaliação e o monitoramento da qualidade dos solos das microbacias que contribuem diretamente para o Reservatório do Rio Descoberto, na Bacia do Rio Descoberto, no Distrito Federal (DF), tornam-se necessários, em função da ocupação rural desordenada. Assim, este trabalho objetivou avaliar indicadores de qualidade de Latossolo Vermelho (LV), em microbacias da parte norte da Bacia do Rio Descoberto, com usos e manejos diversificados: Cerrado (CE), reflorestamento (RF), pastagem nativa (PN), pastagem plantada (PP), agricultura com solo coberto (AC) e agricultura com cobertura parcial do solo (AP). A densidade do solo (DS) apresentou o menor valor para CE e o maior para AP. A área de PP foi a que apresentou os maiores valores de resistência do solo à penetração, refletindo o efeito do pisoteio de animais. O maior valor para a matéria orgânica (MO) foi de 55,5 g kg-1, na PP, e o menor valor foi observado na AC (37,5 g kg-1), ambiente onde processos de decomposição são favorecidos. A capacidade de troca catiônica variou de 7,80 cmolc dm-3 (PN) a 9,75 cmolc dm-3 (RF), mostrando o efeito da calagem. Os valores obtidos para o carbono da biomassa microbiana e respiração basal indicaram efeitos positivos do sistema radicular das gramíneas, no desenvolvimento de micro-organismos. Dentre os atributos de qualidade do solo avaliados, destacaram-se a MO e a DS, que permitiram constatar que o uso agropecuário mais intensivo está diretamente relacionado à redução na qualidade do LV estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aurélio Alves Amaral Chaves, Universidade de Brasília (UnB)

Estudante de doutorado da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília - FAV-UnB, Área de Solos.

Marilusa Pinto Coelho Lacerda, Universidade de Brasília (UnB)

Professora Associado I da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília - FAV-UnB, Área de Solos.

Wenceslau J. Goedert, Universidade de Brasília (UnB)

Pesquisador Associado  da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília - FAV-UnB, Área de Solos.

Maria Lucrécia Gerosa Ramos, Universidade de Brasília (UnB)

Professora Associado II da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília - FAV-UnB, Área de Solos.

Eiyti Kato, Universidade de Brasília (UnB)

Professora Adjunto I da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília - FAV-UnB, Área de Solos.

Downloads

Publicado

17-12-2012

Como Citar

CHAVES, A. A. A.; LACERDA, M. P. C.; GOEDERT, W. J.; RAMOS, M. L. G.; KATO, E. Indicadores de qualidade de Latossolo Vermelho sob diferentes usos. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 42, n. 4, p. 446–454, 2012. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/16229. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Ciência do Solo