CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA NA FRONTEIRA AMAZÔNICA: ESTUDO RETROSPECTIVO EM ASSIS BRASIL, ACRE.

Autores

  • Humberto Oliart-Guzmán
  • Antonio Camargo Martins
  • Saulo Augusto Silva Mantovani
  • Athos Muniz Braña
  • Breno Matos Delfino
  • Thasciany Moraes Pereira
  • Ana Paula Santos
  • José Alcântara Filgueira Júnior
  • Fernando Luiz Cunha Castelo Branco
  • Rhanderson Gardinali Campos
  • Cristieli Sérgio Menezes de Oliveira
  • Pascoal Torres Muniz
  • Mônica da Silva-Nunes

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v42i2.25522

Palavras-chave:

Leishmaniose cutânea, Vigilância, Saúde na fronteira, Tratamento.

Resumo

Este estudo descreve o perfil epidemiológico da leishmaniose tegumentar americana (LTA) em Assis Brasil-AC entre 2003 e 2010. As fichas de notificação dos casos confirmados de LTA do município foram revisadas e as frequências foram comparadas utilizando-se o Teste Exato de Fisher ou Qui-quadrado. Foram notificados 579 casos de LTA, com um coeficiente de detecção de 191 e 82 casos por 10.000 habitantes em 2003 e 2010, respectivamente. Os casos ocorreram mais em homens (63,0%), em moradores da zona rural (72,3%) e com ocupação relacionada ao meio ambiente (52,5%). Cerca de 81% dos casos era de moradores de Assis Brasil, 3,6% de outros municípios acreanos, 10,4% do Peru, 1,7% da Bolívia e 3,8% sem informação. Houve predomínio da forma cutânea (53,5%), com poucas recidivas (1,7%). O diagnóstico foi confirmado preferencialmente com o teste intradérmico, sendo o diagnóstico microscópico direto pouco usado (17,4%). Inadequações no tratamento prescrito ocorreram quanto à dose (inadequada em 56,3% dos casos mucosos) e ao tempo de tratamento (3,7% dos casos com tempo insuficiente). Existe aparente deficiência de recursos humanos para executar os testes diagnósticos necessários e fazer o preenchimento da ficha de notificação, portanto melhorias na rede de atenção básica são necessárias para o controle eficiente desta endemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

OLIART-GUZMÁN, H.; CAMARGO MARTINS, A.; SILVA MANTOVANI, S. A.; BRAÑA, A. M.; DELFINO, B. M.; MORAES PEREIRA, T.; SANTOS, A. P.; FILGUEIRA JÚNIOR, J. A.; CASTELO BRANCO, F. L. C.; GARDINALI CAMPOS, R.; MENEZES DE OLIVEIRA, C. S.; TORRES MUNIZ, P.; DA SILVA-NUNES, M. CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA NA FRONTEIRA AMAZÔNICA: ESTUDO RETROSPECTIVO EM ASSIS BRASIL, ACRE. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 42, n. 2, 2013. DOI: 10.5216/rpt.v42i2.25522. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/25522. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES