ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS DEUM FOCO DE SARNA SARCÓPTICA EM UM SISTEMAINTENSIVO DE PRODUÇÃO DE SUÍNOS LOCALIZADO NO MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS-GO, BRASIL

Autores

  • Jurij Sobestiansky
  • Guido Fontgalland Coelho Linhares
  • Edinilson Vieira Silva
  • Daniel Linhares

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v34i1.2138

Resumo

A sarna sarcóptica continua sendo considerada um grande problema na suinocultura. O objetivo deste trabalho foi descrever as características clínicas e epidemiológicas de um foco de sarna sarcóptica em suínos mantidos em confinamento. O plantel de reprodutores era composto por 197 matrizes e 9 cachaços. Durante a visita seguiu-se um roteiro específico, anotando-se as informações relativas à epidemiologia da doença. Do plantel foram examinados individualmente 18 fêmeas e 5 machos, dos quais foram coletados raspados de pele do pavilhão auricular para exame parasitológico. Destes 23 raspados, 10 (43,5%) apresentaram resultado positivo, evidenciando a presença do agente da sarna sarcóptica na granja. A higiene e as instalações foram classificadas como ruins. Dos 206 reprodutores, 182 (88,4%) apresentavam prurido intenso, incluindo-se os animais nas fases de recria e terminação. Era bem evidente a heterogeneidade da condição corporal dos animais. As matrizes em gestação apresentavam alterações comportamentais. A gravidade do quadro sugere haver relação com as condições desfavoráveis de higiene e das instalações. A aerofagia e o ato de morder a barra de proteção e as bordas externa e interna do comedouro, que é do tipo calha, estão relacionados com a infestação por Sarcoptes scabiei var suis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-10-25

Como Citar

SOBESTIANSKY, J.; LINHARES, G. F. C.; SILVA, E. V.; LINHARES, D. ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS DEUM FOCO DE SARNA SARCÓPTICA EM UM SISTEMAINTENSIVO DE PRODUÇÃO DE SUÍNOS LOCALIZADO NO MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS-GO, BRASIL. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, Goiânia, v. 34, n. 1, 2007. DOI: 10.5216/rpt.v34i1.2138. Disponível em: https://revistas.ufg.br/iptsp/article/view/2138. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES