A DEMOKTESIS DE ROBERT NOZICK

Autores

  • Luiz Felipe Netto de Andrade e Silva Sahd UFU

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v11i1.3712

Palavras-chave:

Estado mínimo, propriedade, liberalismo, direitos, teoria da titularidade.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo reconstruir argumentos cen-trais, desenvolvidos por Robert Nozick, acerca das posições extremas que não diferenciam Estado-providência e Estado totalitário na política dos libertarianos norte-americanos, isto é, sobre as afinidades percebidas por Nozick com as teses desta corrente de pensamento, embora se afastando num ponto essencial: a questão do Estado. Ao contrário da teoria anar-quista, o Estado mínimo é preferível ao estado de natureza, tal como John locke o descreve.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Felipe Netto de Andrade e Silva Sahd, UFU

Doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (2000) . Atualmente é Professor Adjunto 3 da Universidade Federal de Uberlândia. Tem experiência na área de Filosofia , com ênfase em Filosofia Política. Atuando principalmente nos seguintes temas: Cosmopolitismo, Patriotismo, Vontade geral, Guerra e paz.

Downloads

Publicado

2008-04-05

Como Citar

SAHD, L. F. N. de A. e S. A DEMOKTESIS DE ROBERT NOZICK. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 11, n. 1, p. 145–157, 2008. DOI: 10.5216/phi.v11i1.3712. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/3712. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais