Evolução da Percepção Discente frente ao Uso de Videoaulas em Laboratório de Engenharia Elétrica

Authors

  • Tarso Vilela Ferreira Universidade Federal de Campina Grande http://orcid.org/0000-0002-3852-8586
  • Augusto José Silva Universidade Federal de Campina Grande
  • Marcus Tulius Barros Florentino Universidade Federal do Reconcavo da Bahia,

DOI:

https://doi.org/10.5216/ijaeedu.v4i1.44368

Abstract

Este artigo apresenta a experiência obtida no uso de videoaulas como ferramentas didáticas no processo ensino-aprendizagem em práticas da disciplina “Laboratório de Circuitos Elétricos I”, constituinte da grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande. Na época da implantação das videoaulas, em 2012, e mais recentemente, em 2015, foram realizadas consultas aos estudantes no sentido de quantificar-se o impacto desse novo recurso didático em seu aprendizado. Uma comparação entre os resultados das duas consultas é realizada, permitindo evidenciar diferenças no comportamento do corpo discente e na aprendizagem prática em engenharia. Além disso, evidencia-se que tais recursos podem ser utilizados em plataformas digitais de acesso público, atendendo às necessidades da comunidade externa à universidade.

Author Biographies

Tarso Vilela Ferreira, Universidade Federal de Campina Grande

Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande

Augusto José Silva, Universidade Federal de Campina Grande

Departamento de Engenharia Elétrica

Marcus Tulius Barros Florentino, Universidade Federal do Reconcavo da Bahia,

Centro de Ciencias Exatas e Tecnologicas,

References

K. D. Taylor, J. W. Honchell and W. E, DeWitt, “Distance Learning in Courses with a Laboratory” in Proceedings of 26th Annual Conference on Frontiers in Education – FIE ‘96. November, 1996.

Portal da Stanford University. Stanford Online. Disponível em: . Acesso em: 07 novembro 2016.

Portal da The Pennsylvania State University. World Campus. Disponível em: . Acesso em: 07 novembro 2016.

Portal da The University of Queensland. Essencial Information for Students. Distance learning. Disponível em: . Acesso em: 07 novembro 2016.

M. I. Timm, F. Schnaid, R. C. M. Ferreira Filho, “Ensino Tecnológico: modelo de uso de multimídia e internet. Disponível em: < cinted.ufrgs.br/videoeduc/modelo_ead_ensino_tecnologico_FINAL_SUCESU.pdf>. Acesso em: 07 novembro 2016.

Portal e-Aulas da Universidade de São Paulo. Disponível em: < eaulas.usp.br/portal/home>. Acesso em: 07 novembro 2016.

M. J. González, “Integranting digital vídeo resources in teaching elearning engeneering courses”. Universidad de Burgos. Espanha, 2010.

U. Tudevdagva, “The virtual laboratories: case study in traditional teaching and E-learning for engineering sciences”. Power Engineering School of Mongolian University of Science and Technology. Mongolia, 2014.

C. P. G. Guedes, J. F. Araújo, J. P. S. Silva, E. G. Costa E G. J. C. Almeida, “Estratégia para melhoria do aprendizado em disciplinas com laboratório.” Anais: XL – Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. Belém, 2012.

Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) - Brasil. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

PNE em Movimento. Planos da Educação - MEC. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

Resolução CNE/CES Nº1, de 3 de abril de 2001 - Ministério da Educação do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

A. S. da Silva Filho, “Estatísticas e Retrospectos da Educação à Distância no Brasil.” Revista de Educação, vol. xii, n. 14, 2009. p. 165-179.

Censo EaD Brasil 2012. Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

Censo EaD Brasil 2013. Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

Censo EaD Brasil 2014. Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED. Disponível em: . Acesso em: 24 de novembro de 2016.

Censo EaD Brasil 2015. Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED. Disponível em: <http://abed.org.br/arquivos/Censo_EAD_2015_POR.pdf>. Acesso em: 24 de novembro de 2016.

M. T. B. Florentino, J. F. de Araújo, T. V. Ferreira, “O Uso de Vídeo-Aulas nos Laboratórios de Ensino de Graduação em Engenharia Elétrica”. Anais: XLI – Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. Gramado, 2013.

A. J. S. Firmo, T. V. Ferreira, “Emprego de Vídeo-Aulas como Ferramenta Didática no Ensino Prático de Engenharia Elétrica”. Anais: XLIV – Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. Natal, 2016.

Published

27-11-2017