A interface entre o ensino do processo de enfermagem e sua aplicação na prática assistencial

  • Lúcia Nazareth Amante Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jane Cristina Anders Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
  • Betina H. S. Meirelles Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria Itayra Padilha Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
  • Denise Faucz Kletemberg Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Educação em Enfermagem, Processo de Enfermagem, Tecnologia, Enfermagem.

Resumo

O processo de enfermagem caracteriza-se como uma tecnologia de cuidado. Este estudo objetivou refletir sobre o ensino do Processo de Enfermagem no curso de graduação em enfermagem. Considera-se que o mesmo se configura como uma tecnologia leve-dura no cuidado de enfermagem, favorável a efetividade e eficiência dos serviços de saúde. A reflexão aponta três temas de discussão: o processo de enfermagem como referencial para a prática de enfermagem; o processo de enfermagem como tecnologia do cuidado e o seu ensino do nos cursos de graduação em enfermagem. Este é entendido como uma tecnologia leve-dura, pois, em sua concepção, os saberes estruturados, associados ao diálogo e a escuta sensível, estão presentes e definem a ação da enfermeira. Possibilita a construção de uma consciência crítica para os envolvidos no cuidado, sendo a comunicação um instrumento necessário. Surgem novos modos de trabalho e tecnologias que são incorporadas continuamente às práticas dos profissionais. Isto traz um desafio para a formação e prática das Enfermeiras, no qual se considere o novo saber, pois o processo enfermagem como tecnologia exige abertura para a complexidade e um exercício crítico para o atendimento das necessidades dos seres humanos, foco do cuidado de enfermagem.

Descritores: Educação em Enfermagem; Processo de Enfermagem; Tecnologia; Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lúcia Nazareth Amante, Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem (NFR) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis, SC.
Jane Cristina Anders, Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do NFR/UFSC. Florianópolis, SC.
Maria Itayra Padilha, Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira. Pós-Doutora pela Lawrence Bloomberg Faculty of Nursing at University of Toronto, Canada. Docente Associada do NFR/UFSC. Pesquisadora do CNPq. Florianópolis, SC.
Denise Faucz Kletemberg, Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira. Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFSC. Florianópolis, SC.
Publicado
09-04-2010
Como Citar
Amante, L., Anders, J., Meirelles, B., Padilha, M., & Kletemberg, D. (2010). A interface entre o ensino do processo de enfermagem e sua aplicação na prática assistencial. Revista Eletrônica De Enfermagem, 12(1). https://doi.org/10.5216/ree.v12i1.9538
Seção
Artigo de Atualização