OCORRÊNCIA DE ENTEROPARASITOS EM CRIANÇAS ATENDIDAS NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA DE UMA AREA DE ABRANGÊNCIA DO MUNICÍPIO DE VESPASIANO, MINAS GERAIS, BRASIL

Autores

  • Moisés E. S. Santo Faculdade de Enfermagem
  • Thaia Ogando Faculdade de Enfermagem
  • Bruna P. V. Fonseca Faculdade de Enfermagem
  • Carmelino E. G. Júnior Faculdade de Enfermagem
  • Joziana M. P. Barçante Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i1.947

Resumo

RESUMO: No Brasil, os grandes inquéritos coproparasitológicos foram realizados até a década de 70. Apesar disto, as parasitoses intestinais são de grande importância, uma vez que constituem graves problemas de saúde pública, contribuindo para o agravamento de problemas econômicos, sociais e médicos. Por esta razão, o presente trabalho objetivou verificar a ocorrência dos enteroparasitos mais freqüentes entre cianças (0-10 anos) cadastradas e residentes na área de abrangência do Programa de Saúde da Família (PSF) do bairro Morro Alto em Vespasiano, estado de Minas Gerais, Brasil. Foram analisados 3250 prontuários de três unidades de PSF. A ocorrência geral de enteroparasitoses foi de 18,4%, sendo que algumas crianças se apresentavam poliparasitadas. Os enteroparasitos mais frequentes foram Giardia lamblia (43%), Ascaris lumbricoides (34%) e Entamoeba coli (13%). A faixa etária de 6 a 8 anos foi a que apresentou um maior número de indivíduos parasitados. A coleta de dados para este projeto evidenciou que o município não possui levantamentos sobre a ocorrência de parasitoses, justificando com isso a importância desse estudo uma vez que seus resultados oferecem subsídios para a elaboração de políticas municipais de saúde pública voltados à infância e juventude. PALAVRAS CHAVE: Parasitoses; Saúde da Criança; Programa Saúde da Família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30/12/2006

Como Citar

1.
Santo MES, Ogando T, Fonseca BPV, Júnior CEG, Barçante JMP. OCORRÊNCIA DE ENTEROPARASITOS EM CRIANÇAS ATENDIDAS NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA DE UMA AREA DE ABRANGÊNCIA DO MUNICÍPIO DE VESPASIANO, MINAS GERAIS, BRASIL. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de dezembro de 2006 [citado 19º de maio de 2022];8(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/947

Edição

Seção

Artigo Original