ASPIRAÇÃO ENDOTRAQUEAL: ESTUDO EM PACIENTES DE UMA UNIDADE DE URGÊNCIA E TERAPIA INTENSIVA DE UM HOSPITAL DA REGIAO METROPOLITANA DE NATAL – RN

Autores

  • Glaucea Maciel de Farias Faculdade de Enfermagem
  • Izaura Luzia Silvério Freire Faculdade de Enfermagem
  • Cristiane da Silva Ramos Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i1.942

Resumo

RESUMO: A aspiração endotraqueal é um recurso mecânico simples e importante na rotina hospitalar. É amplamente utilizado em pacientes em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sob ventilação mecânica ou não. Objetivamos nesse estudo caracterizar os profissionais que realizam o procedimento de aspiração das vias aéreas superiores e identificar como está sendo realizado esse procedimento. A pesquisa é do tipo exploratório descritivo com dados prospectivos e abordagem quantitativa, realizada nas Unidades de Urgência e UTI de um Hospital da grande Natal-RN. A população constou de 14 enfermeiros, 22 técnicos de enfermagem, 14 auxiliares de enfermagem, 03 médicos e 07 fisioterapeutas. Empregou-se na coleta dos dados a técnica de observação estruturada. O instrumento constou de um protocolo de aspiração baseado nas diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Ministério da Saúde e o do Guidelines for Prevention of Nosocomial Pneumonia do Centro de Controle de Doenças (CDC, 1997). Constatamos que as diretrizes norteadoras deste procedimento não eram levadas em consideração em quase todos os passos deste cuidado. O que mais chamou a atenção foi a falta da lavagem das mãos antes (92,81%) e após (50,29%) este cuidado. A pouca participação do enfermeiro, (3,59%) nesta atividade também é considerado um ponto de extrema relevância por se tratar de unidade de cuidados de alta complexidade. Os dados apontam a necessidade de intensificar as atividades educativas que promovam a mudança de comportamento destes profissionais, melhorando assim a qualidade da assistência e a prevenção de infecções nosocomiais. PALAVRAS CHAVES: Cuidados Intensivos; Qualidade da Assistência à Saúde; Cuidados de Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30/12/2006

Como Citar

1.
Farias GM de, Freire ILS, Ramos C da S. ASPIRAÇÃO ENDOTRAQUEAL: ESTUDO EM PACIENTES DE UMA UNIDADE DE URGÊNCIA E TERAPIA INTENSIVA DE UM HOSPITAL DA REGIAO METROPOLITANA DE NATAL – RN. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de dezembro de 2006 [citado 19º de maio de 2022];8(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/942

Edição

Seção

Artigo Original