CONHECIMENTO DE ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM SOBRE DISFUNÇÕES SEXUAIS FEMININAS

Autores

  • Nilza Alves Marques Almeida Faculdade de Enfermagem
  • Luciana Alexandre da Silva Faculdade de Enfermagem
  • Neide Maria de Araújo Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v7i2.889

Palavras-chave:

Sexualidade, Enfermagem Obstétrica, Saúde da Mulher

Resumo

RESUMO: Este estudo, de caráter descritivo, objetivou identificar o conhecimento de acadêmicas de enfermagem sobre as disfunções sexuais femininas, bem como a sua importância para a formação profissional do enfermeiro. Aplicou-se um questionário estruturado a vinte e três acadêmicas da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás e a trinta e sete da Universidade Católica de Goiás, que aceitaram participar do estudo. Constatou-se que o conhecimento das acadêmicas de enfermagem sobre as disfunções sexuais femininas, em ambas as instituições, é parcial e insuficiente, devido ao conteúdo não ser abordado na graduação pela especificidade. Quanto à importância para a formação profissional do enfermeiro, constatou-se a necessidade de sua abordagem para atuação na assistência à saúde da mulher. Concluiu-se que é pertinente a introdução de uma disciplina sobre sexualidade humana no curso de graduação em enfermagem, para que o profissional enfermeiro promova assistência global à saúde da mulher.

PALAVRAS-CHAVE: Sexualidade; Enfermagem Obstétrica; Saúde da Mulher.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

26/12/2006

Como Citar

1.
Almeida NAM, Silva LA da, Araújo NM de. CONHECIMENTO DE ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM SOBRE DISFUNÇÕES SEXUAIS FEMININAS. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 26º de dezembro de 2006 [citado 20º de maio de 2022];7(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/889

Edição

Seção

Artigo Original