Uso de bebidas alcoólicas e aspectos religiosos em estudantes de enfermagem

Autores

  • Anderson Funai Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Sandra Cristina Pillon Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v13i1.8729

Palavras-chave:

Estudantes de enfermagem, Saúde Mental, Alcoolismo, Religião

Resumo

O objetivo do presente estudo foi identificar o padrão de uso de álcool e o comportamento religioso entre estudantes de enfermagem de uma escola pública de Marília-SP em 2008. Um instrumento contendo informações sociodemográficas e o Teste de Identificação de Problemas Relacionados ao Uso de Álcool (AUDIT) foram utilizados. Resultados: a amostra foi composta por 78,2% dos estudantes matriculados, sendo: 92,6% de mulheres, média de idade 20,9 anos, 64,8% católicos, 60,7% frequentam reuniões religiosas uma vez/semana, 87,7% dos familiares praticam alguma religião. Padrão de consumo de álcool de acordo com o AUDIT – 79,5% abstêmios ou de baixo risco e 20,5% faziam uso problemático. O comportamento religioso não se caracterizou dentre os fatores de proteção para o uso de álcool, que foi maior entre os de religião espírita. Conclui-se que o consumo de álcool e os aspectos religiosos são temas complexos que podem ser investidos nos programas preventivos no âmbito universitário.

Descritores: Estudantes de enfermagem; Saúde Mental; Alcoolismo; Religião.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31/03/2011

Como Citar

1.
Funai A, Pillon SC. Uso de bebidas alcoólicas e aspectos religiosos em estudantes de enfermagem. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de março de 2011 [citado 24º de maio de 2022];13(1):24-9. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/8729

Edição

Seção

Artigo Original