COMUNICAÇÃO TERAPÊUTICA EM ENFERMAGEM REVELADA NOS DEPOIMENTOS DE PACIENTES INTERNADOS EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA

Autores

  • Poliéria Santos de Oliveira Faculdade de Enfermagem
  • Maria Miriam Lima da Nóbrega Faculdade de Enfermagem
  • Ana Tereza Medeiros Cavalcanti da Silva Faculdade de Enfermagem
  • Maria de Oliveira Ferreira-Filha Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v7i1.861

Resumo

RESUMO: Estudo qualitativo, com pacientes internados em um Centro de Terapia Intensiva de uma instituição pública de João Pessoa, com o objetivo de verificar o significado da comunicação em enfermagem. Os dados foram obtidos mediante entrevistas e analisados através das categorias da comunicação terapêutica da grade de análise dos grupos de expressão, clarificação e validação. Entre as técnicas de comunicação empregadas pelos enfermeiros encontramos: usar terapeuticamente o silêncio, ouvir reflexivamente, verbalizar a aceitação, uso terapêutico do humor. A partir dos resultados pode-se inferir que as técnicas de comunicação são um meio de promover o relacionamento terapêutico, necessário a uma assistência de enfermagem de boa qualidade, por permitir a identificação das necessidades dos pacientes. PALAVRAS CHAVE: Comunicação; Cuidados de enfermagem; Cuidados Intensivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

25/12/2006

Como Citar

1.
Oliveira PS de, Nóbrega MML da, Silva ATMC da, Ferreira-Filha M de O. COMUNICAÇÃO TERAPÊUTICA EM ENFERMAGEM REVELADA NOS DEPOIMENTOS DE PACIENTES INTERNADOS EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 25º de dezembro de 2006 [citado 20º de maio de 2022];7(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/861

Edição

Seção

Artigo Original