PREVALÊNCIA DO ESTRESSE INFANTIL EM ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLAS, PÚBLICA E PRIVADA

Autores

  • Emilene Nóbrega Medeiros Faculdade de Enfermagem
  • Maria Miriam Lima da Nóbrega Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v7i1.860

Resumo

RESUMO: Estudo exploratório realizado para identificar a prevalência do Estresse Infantil em estudantes de escolas pública e particular, em Santa Luzia – PB, em alunos cursando a 4ª série do ensino fundamental. A coleta de dados foi realizada em abril de 2002, utilizando como instrumento de pesquisa a Escala de Stress Infantil, composto por 35 itens que oferecem condições para identificar os sinais e sintomas de Estresse Infantil em crianças entre seis e quatorze anos. A amostra foi de 67 alunos, onde 40 eram da Escola A e 27 da Escola B, na faixa etária preponderante de 08 a 10 anos. Na distribuição por sexo, 21 alunos na escola A e 14 na escola B eram do sexo feminino. A prevalência de sintomas do estresse infantil foi de 17 alunos em ambas as escolas, dos quais 08 na Escola A e 09 alunos da Escola B. Destes 17 alunos, 2 da Escola A apresentaram reações psicológicas e 01 da Escola B reações psicofisiológicas; 3 da Escola A e 3 da Escola B demonstraram propensão à preocupação excessiva, o que significa indício de vulnerabilidade a obssessividade, e apenas 1 da escola A apresentou vulnerabilidade para somatização. Conclui-se que independentemente da escola, os estudantes apresentaram sinais significativos de estresse infantil que devem ser tratados através de ações psicopedagógicas implantadas e mantidas no contexto familiar e escolar. PALAVRAS-CHAVE: Estresse; Saúde Escolar; Enfermagem em Saúde Pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

25/12/2006

Como Citar

1.
Medeiros EN, Nóbrega MML da. PREVALÊNCIA DO ESTRESSE INFANTIL EM ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLAS, PÚBLICA E PRIVADA. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 25º de dezembro de 2006 [citado 20º de maio de 2022];7(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/860

Edição

Seção

Artigo Original