NARRATIVA DE UMA CLIENTE COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA: A HISTÓRIA ORAL COMO ESTRATÉGIA DE PESQUISA

Autores

  • Ana Maria Dyniewicz Faculdade de Enfermagem
  • Eloísa Zanella Faculdade de Enfermagem
  • Luciana Schleder Gonçalves Kobus Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v6i2.816

Resumo

RESUMO: O objetivo foi compreender os significados da doença renal para uma cliente há doze anos em hemodiálise ambulatorial. O estudo foi realizado entre novembro de 2002 a março de 2003. Utilizou-se a História Oral e as categorias encontradas foram: A descoberta da doença renal e o cotidiano; O tratamento hemodialítico e seus limites; As preocupações com a auto-imagem; A esperança do transplante renal; Vínculo com a equipe de saúde; Apoio da família; Novos rumos para a vida; Tentativas para sentir-se útil. A narrativa da paciente mostrou como o tratamento é difícil, em uma vivência marcada por desafios, revelações e esperanças, empreendendo uma luta constante para vencer dificuldades, mas com capacidade de transcender o sofrimento. Destaca-se o vínculo e a segurança estabelecidos com a equipe de saúde, reforçando seu compromisso social e ético em relação de co-responsabilidade, envolvimento, cooperação, consenso, diálogo e espírito participativo. Reforça-se a importância de perceber cada pessoa como um ser único, singular, apresentando a sua maneira peculiar de conviver com a situação de doença. PALAVRAS-CHAVES: Cliente Renal Crônico; Hemodiálise; História Oral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

22-12-2006

Como Citar

1.
Dyniewicz AM, Zanella E, Kobus LSG. NARRATIVA DE UMA CLIENTE COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA: A HISTÓRIA ORAL COMO ESTRATÉGIA DE PESQUISA. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 22º de dezembro de 2006 [citado 17º de setembro de 2021];6(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/816

Edição

Seção

Artigo Original