A família e o cuidado ao idoso dependente: estudo de caso

Autores

  • Camila Araújo Montezuma
  • Maria Célia de Freitas Universidade Estadual do Ceará
  • Ana Ruth Macedo Monteiro Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10i2.8041

Palavras-chave:

Saúde do idoso, Enfermagem geriátrica, Família.

Resumo

O estudo objetivou conhecer o significado de ser cuidador para a família cuidadora de idoso dependente por Alzheimer e identificar as responsabilidades da família em relação aos cuidados prestados. Estudo de caso realizado com nove cuidadores, no domicílio do idoso, no segundo semestre de 2006. Utilizou-se a entrevista semi-estruturada com os cuidadores. Os preceitos éticos foram obedecidos. Com as falas identificaram-se duas categorias empíricas: o significado de ser cuidador como opcão ou obrigação e o cuidado ao idoso dependente exige responsabilidade. Verificou-se que os cuidadores assumem esse papel por obrigação, como situação imposta, e, ainda, que o dia-a-dia do cuidador é bastante modificado pela doença de seu dependente, além de ser um evento de estresse, pela exigência dos constantes ajustes na vida do cuidador, bem como as novas atividades, compromissos e adaptações advindas no desempenho do cuidado do idoso com condição crônica e degenerativa.

Palavras chave: Saúde do idoso; Enfermagem geriátrica; Família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02/11/2009

Como Citar

1.
Montezuma CA, Freitas MC de, Monteiro ARM. A família e o cuidado ao idoso dependente: estudo de caso. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 2º de novembro de 2009 [citado 28º de maio de 2022];10(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/8041

Edição

Seção

Artigo Original