Abordagem dos profissionais de saúde em instituições hospitalares a crianças e adolescentes vítimas de violência

Autores

  • Marta Cocco Universidade Federal de Santa Maria - CESNORS
  • Ethel Bastos da Silva Universidade Federal de Santa Maria - CESNORS
  • Alice do Carmo Jahn Universidade Federal de Santa Maria - Cesnors

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v12i3.7939

Palavras-chave:

Violência, Saúde da Criança, Saúde do Adolescente, Pessoal de Saúde.

Resumo

doi: 10.5216/ree.v12i3.7939

O estudo busca analisar o fluxo da assistência em instituições hospitalares a crianças e adolescentes, vítimas desse agravo, e o sentimento despertado nos profissionais diante do fenômeno. Trata-se de estudo descritivo-exploratório, com abordagem quantitativa. Participaram do mesmo, profissionais de saúde que atuavam em instituições hospitalares da região norte do estado do Rio Grande do Sul, num total de 34 profissionais. A coleta de dados foi realizada no período de maio a julho de 2008. Para a realização do estudo, estruturou-se instrumento com perguntas fechadas, analisado pela estatística descritiva. Os resultados mostram que, quanto à composição da equipe, 72% dos profissionais eram do sexo feminino e 38%, na faixa etária de 23-30 anos. Quanto à categoria profissional, 59% eram técnicos de enfermagem. Em relação ao fluxo do atendimento dos casos de violência, 31% acionam o Ministério Público; 25% comunicam o Conselho Tutelar e 12% preenchem a ficha de notificação compulsória, comunicam o Conselho Tutelar e prestam assistência. Em relação aos sentimentos diante do atendimento, evidenciou-se revolta, indignação, medo e impotência. O estudo possibilitou visibilizar a realidade em que as crianças e os adolescentes vítimas de violência são atendidos, discutindo as intervenções locais e apontando elementos para a ações mais eficazes.

Descritores: Violência; Saúde da Criança; Saúde do Adolescente; Pessoal de Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Cocco, Universidade Federal de Santa Maria - CESNORS

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora Assistente, Centro de Educação Superior Norte - RS (CESNORS), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Palmeira das Missões, RS, Brasil: E-mail: ethelbastos@hotmail.com.

Ethel Bastos da Silva, Universidade Federal de Santa Maria - CESNORS

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente, CESNORS, UFSM. Palmeira das Missões, RS, Brasil: E-mail: martafwcocco@yahoo.com.br.

Alice do Carmo Jahn, Universidade Federal de Santa Maria - Cesnors

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Professora Assistente, CESNORS, UFSM. Palmeira das Missões, RS, Brasil: E-mail: alicejahn@terra.com.br.

Downloads

Publicado

30/09/2010

Como Citar

1.
Cocco M, Silva EB da, Jahn A do C. Abordagem dos profissionais de saúde em instituições hospitalares a crianças e adolescentes vítimas de violência. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de setembro de 2010 [citado 5º de dezembro de 2022];12(3):491-7. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7939

Edição

Seção

Artigo Original