MANEJO ARTETERAPÊUTICO NO PRÉ-OPERATÓRIO EM PEDIATRIA

Autores

  • Ana Cláudia Afonso Valladares Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v6i1.793

Resumo

RESUMO: Toda criança, especialmente às que vão ser submetidas a um processo cirúrgico, tem a necessidade de se expressar, de criar, de estabelecer relações com o mundo. O estudo baseou-se em estudos qualitativos, fundamentados a partir de mudanças de comportamento dos enfermos e de suas imagens. Foi desenvolvido na Clínica Pediátrica de um Hospital Público de Goiânia/GO, num período de dois anos (1998-2000). A população alvo foi constituída por crianças hospitalizadas inseridas no processo pré-operatório. Concluiu-se, haver um grande benefício terapêutico na utilização da arteterapia para esta população, pois as ajudou a retomar seu equilíbrio psíquico, fortalecendo um lado mais saudável da criança adormecida pelo processo doença, hospitalização e tratamento. Palavras-chaves: terapia pela arte; criança hospitalizada; saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21/12/2006

Como Citar

1.
Valladares ACA. MANEJO ARTETERAPÊUTICO NO PRÉ-OPERATÓRIO EM PEDIATRIA. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 21º de dezembro de 2006 [citado 17º de maio de 2022];6(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/793

Edição

Seção

Relato de Experiência