Sofrimento psíquico da equipe de enfermagem na assistência à criança hospitalizada

Autores

  • Juliane Pagliari
  • Neusa Collet Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
  • Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira UNIOESTE
  • Cláudia Silveira Viera UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10i1.7682

Palavras-chave:

Estresse psicológico, Enfermagem, Criança hospitalizada, Trabalho

Resumo

Essa pesquisa objetivou apreender o sofrimento psíquico da equipe de enfermagem que assiste à criança hospitalizada e identificar a presença de sofrimento psíquico e as estratégias defensivas utilizadas pelos trabalhadores na dinâmica do trabalho. Os dados empíricos foram coletados por meio de entrevista e observação participante com profissionais de enfermagem do alojamento conjunto pediátrico de um hospital público no Oeste do Paraná, no período de 2003 a 2005, analisados qualitativamente por meio de uma organização dos dados em ordem determinada englobando o conjunto do material coletado, uma classificação inicial seguida da leitura repetida dos textos e classificação e reagrupamento dos temas relevantes determinando as unidades de análise. Observamos que o sofrimento psíquico ocorre em decorrência da organização do trabalho, da falta de recursos materiais e humanos, do não reconhecimento da instituição frente ao trabalho realizado, do relacionamento conflituoso entre profissionais da equipe de enfermagem com as crianças, com a família e com a equipe multiprofissional. Os mecanismos de defesa mais evidenciados foram fuga, negação e banalização. Os sentimentos desencadeados são estresse e ansiedade. Salienta-se a necessidade de repensar a forma de organização do trabalho na assistência à criança hospitalizada.

Palavras chave: Estresse psicológico; Enfermagem; Criança hospitalizada; Trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07/10/2009

Como Citar

1.
Pagliari J, Collet N, Oliveira BRG de, Viera CS. Sofrimento psíquico da equipe de enfermagem na assistência à criança hospitalizada. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 7º de outubro de 2009 [citado 23º de maio de 2022];10(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7682

Edição

Seção

Artigo Original