Adolescentes com experiência de vida nas ruas: compreendendo os significados da Maternidade e Paternidade em um contexto de vulnerabilidade/desfiliação

Autores

  • Daniela Tavares Gontijo Universidade Federal de Goiás, Programa Multiinstitucional de Pós Graduação – Doutorado em Ciências da Saúde – Convênio Rede Centro Oeste UnB/UFG/UFMS

Palavras-chave:

Vulnerabilidade social, Juventude de rua, Gravidez na adolescência.

Resumo

Crianças e adolescentes fazendo das ruas seu espaço de sobrevivência traz à tona o processo de vulnerabilidade social vivenciado por muitas famílias brasileiras marcadas pela situação de miséria, abandono e violência. Nestes grupos  Castel (2005) identifica um processo crescente de fragilização e ruptura dos laços que as inserem no trabalho e nas relações sociais que lhes servem de suporte no cotidiano, podendo culminar na situação de desfiliação, tornando os indivíduos supranumerários, uma vez que flutuam na estrutura social sem encontrar um lugar designado. Neste contexto, muitos adolescentes vivenciam a sexualidade e a possibilidade ou a experiência de ser tornarem pais ou mães, baseados nos valores individuais mas também relacionados às limitações e possibilidades subjacentes a estes processos. O objetivo deste estudo foi analisar os significados de maternidade e paternidade para adolescentes com experiência de vida nas ruas, relacionando-os ao processo de vulnerabilidade/desfiliação discutido por Castel. Pesquisa social estratégica realizada em duas instituições não-governamentais que assistem adolescentes em situação de rua no município de Goiânia. Participaram deste estudo 13 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos que viviam em situação de rua há pelo menos 6 meses. Os dados, coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas e observação participante, e analisados no Método de Interpretação de Sentidos segundo os temas A Danada da Rua  e Pai apóia, mãe é 24hs. De uma forma geral, foi possível identificar como o processo de vulnerabilidade e desfiliação caracteriza e marca a trajetória de vida destes adolescentes. Além disso, que os processos de significação da maternidade e paternidade são impregnados tanto pelo contexto vivenciado, como também por valores relacionados às relações de gênero consideradas tradicionais na sociedade contemporânea. Assim, foi possível identificar um maior potencial da maternidade como um fator que  motiva a adolescente a buscar alternativas para além da vida nas ruas, revertendo a situação de desfiliação social para a de vulnerabilidade, em contraposição ao observado em relação à paternidade para os jovens deeste estudo.

Palavras chave: Vulnerabilidade social; Juventude de rua; Gravidez na adolescência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19/09/2009

Como Citar

1.
Gontijo DT. Adolescentes com experiência de vida nas ruas: compreendendo os significados da Maternidade e Paternidade em um contexto de vulnerabilidade/desfiliação. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 19º de setembro de 2009 [citado 23º de maio de 2022];9(3). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7525

Edição

Seção

Resumo