A divulgação da competência técnica em socorro das enfermeiras da cruz vermelha (SP) nas circunstâncias da Primeira Guerra Mundial (1917-1918)

Autores

  • Fernando Porto Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  • Tânia Cristina Franco Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i2.7042

Palavras-chave:

História da Enfermagem, Primeira Guerra Mundial, Cruz Vermelha.

Resumo

Estudo histórico-social tendo como objetivo descrever as circunstâncias da entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial; descrever e analisar conteúdo fotográfico sobre o preparo das enfermeiras brasileiras para participar nos serviços da Cruz Vermelha Brasileira na Primeira Guerra Mundial. A delimitação temporal foi no ano de 1917, quando ocorreu a divulgação da participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial e 1918 a divulgação da partida de uma comissão médica brasileira para atendimento aos feridos na Guerra. Estudo documental fundamentado em Bordieu, sendo utilizados documentos escritos e fotográficos referentes à epoca, com destaque para análise de quatro fotos da Revista da Semana. A primeira Guerra Mundial agitou a imprensa escrita e ilustrada. A Cruz Vermelha Brasileira, através da Escola de Enfermeiras de São Paulo, apresentou à sociedade as competências técnicas na prestação de socorro com a formação do habitus e capital escolar adquirido, mas que por motivos adversos não obteve visibilidade no relatório institucional. Por outro lado, na imprensa ilustrada vestígios da participação das enfermeiras em um hospital em Paris foram encontrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28/08/2009

Como Citar

1.
Porto F, Santos TCF. A divulgação da competência técnica em socorro das enfermeiras da cruz vermelha (SP) nas circunstâncias da Primeira Guerra Mundial (1917-1918). Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 28º de agosto de 2009 [citado 24º de maio de 2022];8(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7042

Edição

Seção

Artigo de Revisão