Prática de equipes de consultórios na rua e registro das ações no e-SUS Atenção Primária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v24.70301

Palavras-chave:

Pessoas em Situação de Rua, Vulnerabilidade, Sistemas de Informação, Atenção à Saúde, Serviços de Saúde

Resumo

Objetivo: Descrever as percepções das equipes de Consultório na Rua sobre sua prática e a utilização da estratégia e-SUS Atenção Primária à Saúde para registro do seu atendimento. Método: Estudo descritivo-exploratório de abordagem qualitativa. Participaram 20 profissionais de três Consultórios na Rua do Estado de Goiás, Brasil. Foram utilizados questionários autoaplicáveis de perfil profissiográfico e grupos focais, cujos dados emergentes foram submetidos à análise de conteúdo. Resultados: Foram identificadas duas categorias de análise: “Aspectos que influenciam o processo de trabalho das equipes dos Consultórios na Rua” e “Registros na estratégia e-SUS Atenção Primária à Saúde pelo Consultório na Rua”. Considerações finais: Evidenciou-se a necessidade de investir para superar os desafios para o cuidado qualificado à população em situação de rua, para a efetividade dos registros considerando suas especificidades e necessidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Rosa AS, Santana CLA. Consultório na Rua como boa prática em Saúde Coletiva. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [acesso em: 02 mar. 2022];71(supl.1):501-2. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-201871sup102.

Sousa AP, Macedo JP. População em situação de rua: Expressão (im)pertinente da “questão social”. Psic Teor e Pesq [Internet]. 2019 [acesso em: 02 mar. 2022];35(e35510):01-11. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102.3772e35510.

Mendes KT, Ronzani TM, Paiva FS. População em situação de rua, vulnerabilidades e drogas: uma revisão sistemática. Psicol Soc [Internet]. 2019 [acesso em: 02 mar. 2022];31(esp):e169056. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1807-0310/2019v31169056.

Ministério da Cidadania (BR). Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação. Departamento de Monitoramento. População em situação de rua no Brasil: o que os dados revelam? [Internet]. Brasília (BR): Ministério da Cidadania; 2019 [acesso em: 02 mar. 2022]. Disponível em: https://aplicacoes.mds.gov.br/sagirmps/ferramentas/docs/Monitoramento_SAGI_Populacao_situacao_rua.pdf.

Kami MTM, Larocca LM, Chaves MMN, Piosiadlo LCM, Albuquerque GS. Saberes ideológicos e instrumentais no processo de trabalho no Consultório na Rua. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];50(3):442-9. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0080-623420160000400010.

Ferreira CPS, Rozendo CA, Melo GB. Consultório na Rua em uma capital do Nordeste brasileiro: o olhar de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Cad Saúde Pública [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];32(8): e00070515. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00070515.

Curvo DR, Matos ACV, Sousa WL, Paz ACA. Integralidade e clínica ampliada na promoção do direito à saúde das pessoas em situação de rua. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental [Internet]. 2018 [acesso em: 02 mar. 2022];10(25):58-82. Disponível em: http://orcid.org/0000-0003-2380-4581.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Estratégia e-SUS Atenção Primária: em busca de um SUS eletrônico [Internet]. Brasília (BR): Ministério da Saúde; 2021 [acesso em: 02 mar. 2022]. Disponível em: https://sisaps.saude.gov.br/esus/.

Oliveira AEC, Lima IMB, Nascimento JA, Coelho HFC, Santos SR. Implantação do e-SUS AB no Distrito Sanitário IV de João Pessoa (PB): relato de experiência. Saúde Debate [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];40(109):212-8. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-1104201610917.

Silva TIM, Cavalcante RB, Santos RC, Gontijo TL, Guimarães EAA, Oliveira VC. Difusão da inovação e-SUS Atenção Básica em Equipes de Saúde da Família. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [acesso em: 02 mar. 2022];71(6):3121-8. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0053.

Zacharias FCM, Schönholzer TE, Oliveira VC, Gaete RAC, Perez G, Fabriz LA, et al. e-SUS Atenção Primária: atributos determinantes para adoção e uso de uma inovação tecnológica. Cad Saúde Pública [Internet]. 2021 [acesso em: 02 mar. 2022];37(6):e00219520. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00219520.

Polit DF, Beck CT. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação de evidências para a prática da enfermagem. 9a ed. Porto Alegre: Artmed; 2019.

Bardin L. Análise de conteúdo. Augusto Pinheiro e Luís A. Reto, tradução. Lisboa: Edições 70; 2018. p. 181.

Ministério da Saúde (BR). Conselho Nacional de Saúde. Resolução no 466 de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos [Internet]. Brasília (BR): Ministério da Saúde; 2012 [acesso em: 02 mar. 2022]. Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf.

Duarte AHC. O Acolhimento em saúde no espaço da rua: estratégias de cuidado do Consultório na Rua. Textos Contextos (Porto Alegre) [Internet]. 2019 [acesso em: 02 mar. 2022];18(2):e34306. Disponível em: https://doi.org/10.15448/1677-9509.2019.2.34306.

Lima HS,Seidl EMF.Consultório na rua: atenção a pessoas em uso de substâncias psicoativas. Psicol Estud [Internet]. 2015 [acesso em: 02 mar. 2022];20(1):57-69. Disponível em: https://doi.org/10.4025/psicolestud.v20i1.24697.

Timóteo AVG, Silva JVS, Gomes LKG, Alves ASS, Barbosa VMS, Brandão TM. Caracterização do trabalho e ações desenvolvidas pelas equipes do Consultório na Rua de Maceió-AL. Enferm Foco [Internet]. 2020 [acesso em: 02 mar. 2022];11(1):126-30. Disponível em: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n1.2757.

Engstrom EM, Teixeira MB. Equipe “Consultório na Rua” de Manguinhos, Rio de Janeiro, Brasil: práticas de cuidado e promoção da saúde em um território vulnerável. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];21(6):1839-48. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232015216.0782016.

Silva N, Sousa JM, Nunes FC, Farinha MG, Bezerra ALQ. Desafios na operacionalização dos Projetos Terapêuticos Singulares nos Centros de Atenção Psicossocial. Psicol Estud [Internet]. 2020 [acesso em: 02 mar. 2022];25(esp.):e49996. Disponível em: https://doi.org/10.4025/psicolestud.v25i0.49996.

Antunes CMC, Rosa AS, Brêtas ACP. Da doença estigmatizante à ressignificação de viver em situação de rua. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];18:e1150. Disponível em: https://doi.org/10.5216/ree.v18.33141.

Ministério da Saúde (BR). Portaria no 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). [Internet]. Brasília (BR): Ministério da Saúde; 2017 [acesso em: 02 mar. 2022]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html.

Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto B. Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação – Cetic.br. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos estabelecimentos de saúde brasileiros – TIC Saúde 2015 [Internet]. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil; 2016 [acesso em: 02 mar. 2022]. Disponível em: https://www.cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic_saude_2015_livro_eletronico.pdf.

Alves NR, Fernandes SET, Alves ASS, Tigre HWA, Santos CEB, Lima JLR, et al. Atuação dos profissionais do consultório na rua no âmbito da Atenção Primária à Saúde do Brasil: uma revisão de escopo. Research, Society and Development [Internet]. 2021 [acesso em: 02 mar. 2022];10(4):e59410414470. Disponível em: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14470.

Costa C, Linch GFC. A implementação dos registros eletrônicos relacionados ao processo de enfermagem: revisão integrativa. Rev Fun Care Online [Internet]. 2020 [acesso em: 02 mar. 2022];12:12-9. Disponível em: https://doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.6648.

Gava M, Ferreira LS, Palhares D, Mota ELA. Incorporação da tecnologia da informação na Atenção Básica do SUS no Nordeste do Brasil: expectativas e experiências. Ciên Saúde Colet [Internet]. 2016 [acesso em: 02 mar. 2022];21(3):891-902. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232015213.01062015.

Publicado

22/09/2022

Como Citar

1.
Vale RRM do, Sousa JM, Pinho ES, Farinha MG, Silva N dos S, Caixeta CC, Esperidião E. Prática de equipes de consultórios na rua e registro das ações no e-SUS Atenção Primária. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 22º de setembro de 2022 [citado 9º de dezembro de 2022];24:70301. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/70301

Edição

Seção

Artigo Original