Auriculoterapia em profissionais de enfermagem na pandemia do coronavírus: estudo de casos múltiplos

Autores

  • Cristiana Mattos Camargos de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, cris_mattosco@hotmail.com. https://orcid.org/0000-0001-9804-4164
  • Bianca Bacelar de Assis Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, bibacelar@hotmail.com. https://orcid.org/0000-0003-1344-9635
  • Patrick Gonçalves Mendes Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, pgonmendes@gmail.com. https://orcid.org/0000-0002-6691-6674
  • Isamara Corrêa Lemos Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, isamara.correale@gmail.com. https://orcid.org/0000-0003-3940-5024
  • Andreia Lidiane Costa de Sousa Hospital Governador Israel Pinheiro (HGIP), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, andreia.lidiane@ipsemg.mg.gov.br.
  • Tânia Couto Machado Chianca Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, taniachianca@gmail.com. https://orcid.org/0000-0002-8313-2791

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v23.65678

Palavras-chave:

Enfermagem, Depressão, Ansiedade, Estresse Psicológico, Acupuntura Auricular

Resumo

Objetivou avaliar o efeito antes e depois de uma sessão de auriculoterapia nos níveis de ansiedade, depressão e estresse nos profissionais de enfermagem escalados para atuar na assistência durante a pandemia do coronavírus. Estudo de caso, com casos múltiplos e uma unidade de análise. Estabeleceu-se uma amostra por conveniência de 41 profissionais. Aplicou-se o instrumento de caracterização sociodemográfica e a escala de Depression, Anxiety, and Stress Scale, antes e após uma sessão de auriculoterapia com protocolo de 10 acupontos. Teste de Wilcoxon e T emparelhado foram empregados para análise. Níveis de ansiedade, depressão e estresse apresentaram resultados significativos, cujas medianas reduziram de seis para quatro (p<0,001), nas variáveis depressão e ansiedade, e a média de estresse reduziu de 19,37 para 11,95 (p<0,001).  A auriculoterapia foi efetiva na redução de distúrbios emocionais nos profissionais de enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

03/02/2021

Como Citar

1.
Mattos Camargos de Oliveira C, Bacelar de Assis B, Gonçalves Mendes P, Corrêa Lemos I, Costa de Sousa AL, Couto Machado Chianca T. Auriculoterapia em profissionais de enfermagem na pandemia do coronavírus: estudo de casos múltiplos. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 3º de fevereiro de 2021 [citado 1º de outubro de 2022];23:65678. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/65678

Edição

Seção

Artigo Original