Rastreamento do câncer de colo do útero durante o acompanhamento pré-natal

Autores

  • Vanessa Aparecida Gasparin Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Chapecó (SC), Brasil. vane-gasparin@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-4266-3668
  • Joice Moreira Schmalfuss Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Chapecó (SC), Brasil. joice.schmalfuss@uffs.edu.br https://orcid.org/0000-0002-0293-9957
  • Silvana dos Santos Zanotelli Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Chapecó (SC), Brasil. silvana.zanotelli@udesc.br https://orcid.org/0000-0001-5357-0275
  • Eveline Franco da Silva Faculdade Anhanguera (Uniderp). Caxias do Sul (RS), Brasil. evelinefranco@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0002-5297-8495

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.63482

Palavras-chave:

Neoplasias do Colo do Útero, Programas de Rastreamento, Cuidado Pré-natal, Enfermagem, Gestantes

Resumo

Objetivo: Avaliar o rastreamento do câncer do colo do útero em mulheres no período de acompanhamento pré-natal. Método: Revisão integrativa de literatura realizada em março de 2020, nas bases de dados LILACS, Web of Science, Scopus e MEDLINE. Para a seleção dos estudos foram utilizados os Descritores em Ciências da Saúde, seus respectivos sinônimos e os Medical Subject Headings correspondentes. Resultados: Os achados fortalecem as atuais recomendações sobre a realização do exame citopatológico (CP), inclusive durante o acompanhamento pré-natal, visto que a situação gravídica não impede a ocorrência e desenvolvimento de neoplasias cervicais. Conclusão: Existem lacunas no rastreio em gestantes. Os artigos incluídos neste estudo permitiram alavancar a importância do rastreio de câncer cervical em gestantes e subsidiar a atuação de profissionais à realização da prática nesse período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Roma JC. Os objetivos de desenvolvimento do milênio e sua transição para os objetivos de desenvolvimento sustentável. Cienc Cult [Internet]. 2019 [access at: Feb. 25, 2020];71(1):33-9. Available at: http://dx.doi.org/10.21800/2317-66602019000100011

Silva Neto JP, Sousa RM, Melo AF, Santos MS. Rastreamento do câncer do colo do útero no município de Caxias, Estado do Maranhão. ReOnFacema [Internet]. 2017 [access at: Feb. 25, 2020];3(1):361-71. Available at: https://www.facema.edu.br/ojs/index.php/ReOnFacema/article/view/164/98

Brazil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estatísticas de câncer [Internet]. 2020 [access at: Jul. 24, 2020]. Available at: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer

Rangel G, Lima LD, Vargas EP. Condicionantes do diagnóstico tardio do câncer cervical na ótica das mulheres atendidas no Inca. Saúde Debate [Internet]. 2015 [access at: Feb. 25, 2020];39(107):1065-78. Available at: https://doi.org/10.1590/0103-110420161070261

Silveira BL, Maia RCB, Carvalho MFA. Câncer do colo do útero: papel do enfermeiro na estratégia e saúde da família. Faema [Internet]. 2018 [access at: Feb. 25, 2020];9(1):348-72. Available at: https://doi.org/10.31072/rcf.v9i1.517

Brazil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer (INCA) José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero [Internet]. 2. ed. rev. atual. Rio de Janeiro: INCA; 2016 [access at: Feb. 25, 2020]. Available at: http://www.citologiaclinica.org.br/site/pdf/documentos/diretrizes-para-o-rastreamento-do-cancer-do-colo-do-utero_2016.pdf

Brazil. Ministério da Saúde. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. Caderno de Atenção Básica n. 13 [Internet]. 2. ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2013 [access at: Feb. 25, 2020]. Available at: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/controle_canceres_colo_utero_2013.pdf

Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo) [Internet]. 2010 [access at: Feb. 27, 2020];8(1):102-6. Available at: https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134

Terlan RJ, Cesar JA. Não realização de citopatológico de colo uterino entre gestantes no extremo sul do Brasil: prevalência e fatores associados. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2018 [access at: Mar. 20, 2020];23(11):3557-66. Available at: https://doi.org/10.1590/1413-812320182311.35162016

Ribeiro L, Bastos RR, Ribeiro LC, Vieira MT, Teixeira MTB, Leite ICG. Rastreamento oportunístico versus perdas de oportunidade: não realização do exame de Papanicolaou entre mulheres que frequentaram o pré-natal. Cad Saúde Pública [Internet]. 2016 [access at: Mar. 20, 2020];32(6):e00001415. Available at: https://doi.org/10.1590/0102-311X00001415

Ribeiro L, Bastos RR, Ribeiro LC, Vieira MT, Leite ICG, Teixeira MTB. Não adesão às diretrizes para rastreamento do câncer do colo do útero entre mulheres que frequentaram o pré-natal. Rev Bras Ginecol Obstet [Internet]. 2013 [access at: Mar. 20, 2020];35(7):323-30. Available at: https://doi.org/10.1590/S0100-72032013000700007

Castrucci BC, Guzmán GE, Saraiya M, Smith BR, Lewis KL, Coughlin SS, et al. Cervical cancer screening among women who gave birth in the US-Mexico Border Region, 2005: the Brownsville-Matamoros sister city project for women’s health. Prev Chronic Dis [Internet]. 2008 [access at: Mar. 20, 2020];5(4):A116. Available at: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18793504

Nygård M, Daltveit AK, Thoresen SO, Nygård JF. Effect of an antepartum Pap smear on the coverage of a cervical cancer screening programme: a population-based prospective study. BMC Health Serv Res [Internet]. 2007 [access at: Mar. 20, 2020];7:10. Available at: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17244348

Manfredi RLS, Sabino LMM, Silva DMA, Oliveira EKF, Martins MC. Exame papanicolaou em gestantes: conhecimento dos enfermeiros atuantes em unidades de atenção primária à saúde. J Res Fundam Care Online [Internet]. 2016 [access at: Mar. 20, 2020];8(3):4668-73. Available at: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i3.4668-4673

Hunter MI, Monk BJ, Tewari KS. Cervical neoplasia in pregnancy. Part 1: screening and management of preinvasive disease. Am J Obstet Gynecol [Internet]. 2008 [access at: Jul. 24, 2020];199(1):3-9. Available at: https://www.ajog.org/article/S0002-9378(08)00401-8/fulltext

Godoy SCB, Guimarães EMP, Assis DSS. Avaliação da capacitação dos enfermeiros em unidades básicas de saúde por meio da telenfermagem. Esc Anna Nery [Internet]. 2014 [access at: Apr. 02, 2020];18(1):148-55. Available at: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20140022

Trapé ÁA, Marques RFR, Lizzi EAS, Yoshimura FE, Franco LJ, Zago AS. Associação entre condições demográficas e socioeconômicas com a prática de exercícios e aptidão física em participantes de projetos comunitários com idade acima de 50 anos em Ribeirão Preto, São Paulo. Rev Bras Epidemiol [Internet]. 2017 [access at: Apr. 02, 2020];20(2):355-67. Available at: https://doi.org/10.1590/1980-5497201700020015

Barbosa GEF, Silva VB, Pereira JM, Soares MSa, Medeiros Filho RA, Pereira LB et al. Dificuldades iniciais com a técnica da amamentação e fatores associados a problemas com a mama em puérperas. Rev Paul Pediatr [Internet] 2017 [access at: Apr. 02, 2020];35(3):265-72. Available at: https://doi.org/10.1590/1984-0462/;2017;35;3;00004

Sekine M, Kobayashi Y, Tabata T, Sudo T, Nishimura R, Matsuo K, et al. Malignancy during pregnancy in Japan: an exceptional opportunity for early diagnosis. BMC Pregnancy Childbirth [Internet]. 2018 [access at: Mar. 20, 2020];18(1):50. Available at: https://doi.org/10.1186/s12884-018-1678-4

Bakari F, Abdul MA, Ahmed SA. The prevalence and course of preinvasive cervical lesions during pregnancy in a Northern Nigerian Teaching Hospital. Ann Afr Med [Internet]. 2017 [access at: Mar. 20, 2020]; 16(2):74-80. Available at: https://doi.org/10.4103/aam.aam_35_16

Khaengkhor P, Mairaing K, Suwannarurk, Thaweekul Y, Poomtavorn Y, Pattaraarchachai J, et al. Prevalence of abnormal cervical cytology by liquid based cytology in the antenatal care clinic, Thammasat University Hospital. J Med Assoc Thai [Internet]. 2011 [access at: Mar. 20, 2020];94(2):152-8. Available at: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21534360

Loomis DM, Pastore PA, Rejman K, Gutierrez KL, Bethea B. Cervical cytology in vulnerable pregnant women. J Am Acad Nurse Pract. [Internet]. 2009 [access at: Mar. 20, 2020]; 21(5):287-94. Available at: https://doi.org/10.1111/j.1745-7599.2009.00407.x

Sueblinvong T, Suwannarurk K, Chanthasenanont A, Treetampinich C, Pongrojpaw D. Prevalence and management of abnormal pap smear in antenatal care clinic at Thammasat University Hospital. J Med Assoc Thai [Internet]. 2005 [access at: Mar. 20, 2020];88(2):133-7. Available at: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15962660

Torsten U, Opri F, Weitzel H. Cytologic cancer prevention with smears of the uterine cervix and endocervical canal in pregnancy. Gynäkol Geburtshilfliche Rundsch [Internet]. 1992 [access at: Mar. 20, 2020];32(1):40-2. Available at: https://doi.org/10.1159/000271832

Publicado

01/12/2020

Como Citar

1.
Gasparin VA, Moreira Schmalfuss J, Zanotelli S dos S, Silva EF da. Rastreamento do câncer de colo do útero durante o acompanhamento pré-natal. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de dezembro de 2020 [citado 3º de março de 2024];22:63482. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/63482

Edição

Seção

Artigo de Revisão